F1

Ricciardo admite surpresa com decisão de Räikkönen de ficar na F1: “Ele gosta disso mais do que achamos”

Daniel Ricciardo admitiu que ficou surpreso ao ver Kimi Räikkönen fechar um contrato de dois anos com a Sauber. Nico Hülkenberg também admitiu a surpresa, mas considerou que o finlandês dá um passo atrás
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Kimi Räikkönen (Foto: AFP)
A mudança de Kimi Räikkönen para a Sauber com um contrato de dois anos pegou muitos de seus pares de surpresa. Titular da Red Bull, Daniel Ricciardo avaliou que o finlandês gosta mais da F1 do que deixa transparecer.
 
Na última terça-feira, a Ferrari anunciou a saída de Räikkönen do time para dar lugar a Charles Leclerc. No mesmo dia, a Sauber confirmou a volta de Kimi com um acordo de dois anos.
 
Questionado se ficou surpreso com a ida de Räikkönen para a Sauber, Ricciardo respondeu: “Um pouco”.
Daniel Ricciardo e Nico Hülkenberg ficaram surpresos com ida de Räikkönen para Sauber (Foto: Twitter/F1)
“Eu suspeitava que a Ferrari fosse fazer a mudança que fez, mas eu achava que, se Kimi saísse, ele fosse parar, andar de moto e passar tempo com os filhos”, comentou. “Fiquei surpreso também que ele tenha se comprometido por dois anos”, seguiu.
 
“A linguagem corporal dele nem sempre mostra que ele curte o esporte, mas, obviamente, ele gosta disso mais do que nós achamos que ele gosta”, reconheceu.
 
Mesmo sem vencer desde que voltou à Ferrari, em 2014, Räikkönen conquistou suas poles e 22 pódios neste período. A mudança para a Sauber, porém, não deve aumentar os números da carreira do finlandês.
 
Assim como Ricciardo, Nico Hülkenberg também admitiu sua surpresa com a decisça de Räikkönen.
 
“Obviamente, nós todos amamos correr. É difícil parar, especialmente na F1. É o pináculo das corridas. Nós temos uma vida e um trabalho incríveis”, destacou Hülkenberg. “Daquele ponto para simplesmente parar e não fazer nada é bem duro, mas retroceder de um time top e um carro com que você coloca volta [nos outros] para provavelmente um carro onde você vai levar voltas, é bem interessante”, comentou.
 
“Tenho certeza de que ele tem os motivos dele. Ele, obviamente, ainda tem um bom ritmo, então tem todas as razões para continuar”, opinou.
 
De saída da F1, Fernando Alonso negou que tenha ficado surpreso, mas avaliou que é difícil julgar a decisão dos outros.
 
“Acho que todo mundo tem sentimentos diferentes, características diferentes, ambições diferentes”, apontou Alonso. “Então é difícil julgar essas coisas vendo de fora”, acrescentou.