F1

Pirelli divulga escolhas de pneus para GP do Bahrein com Mercedes e Ferrari em estratégias idênticas

Repetindo prova na Austrália, as três principais equipes do grid fizeram escolhas semelhantes dos compostos C1, C2 e C3, os disponíveis na etapa do Bahrein, com Ferrari e Mercedes ficando idênticas. Renault e Toro Rosso ousaram nas escolhas, enquanto Robert Kubica apostou em estratégia que não foi repetida por ninguém no grid

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
A Pirelli anunciou, na tarde desta terça-feira (19), as escolhas de pneus dos 20 pilotos para o GP do Bahrein, segunda etapa do Mundial de F1, que acontece no próximo dia 30.

A etapa do Bahrein tem mudanças nos compostos em relação ao GP da Austrália, disputado no último fim de semana. O composto C1, o mais duro dos cinco da temporada, estreará e ficará disponível junto do C2 e C3, que respectivamente serão os médios e macios na prova. O C4, utilizado no Albert Park, fica de fora.
Escolhas de pneus para o GP do Bahrein (Foto: Reprodução/Pirelli)
Semelhante ao que aconteceu na Austrália, as equipes Mercedes, Ferrari e Red Bull adotam estratégias iguais, exceto por Pierre Gasly, do time taurino, que levará dois compostos médios enquanto os outro cinco pilotos levarão um. Pierre terá menos macios disponíveis. 
 
A Renault ousou nas estratégias para Daniel Ricciardo e Nico Hülkenberg. A dupla terá dez compostos macios disponíveis, estratégia apenas repetida pela Toro Rosso, com Daniil Kvyat e Alexander Albon.

No restante do grid, Robert Kubica também apresenta escolhas diferenciadas. O polonês da Williams terá quatro compostos macios e será o único dos 20 com esta disponibilidade.

A etapa do Bahrein será disputada entre os dias 28, 29 e 30 de março, no circuito de Sakhir.