F1
09/07/2018 06:57

Hamilton justifica isolamento pré-pódio na Inglaterra: “Dificuldade para ficar de pé”

Lewis Hamilton negou que estivesse irritado com Kimi Räikkönen antes de subir ao pódio do GP da Inglaterra. O #44 contou que estava esgotado por conta do esforço que fez em uma prova de recuperação
Warm Up / Redação GP,  de São Paulo
 Lewis Hamilton (Foto: AFP)

Lewis Hamilton revelou que terminou o GP da Inglaterra esgotado. O britânico precisou fazer uma prova de recuperação depois de cair para 18º por conta de um incidente com Kimi Räikkönen ainda na terceira curva de Silverstone.
 
Depois de uma largada ruim e do toque com o finlandês, Hamilton conseguiu escalar o pelotão e recebeu a bandeirada em segundo, atrás de Sebastian Vettel, o vencedor da décima etapa da temporada.
Lewis Hamilton afirmou que terminou a corrida em Silverstone esgotado (Foto: AFP)
Dividindo o top-3 também com Räikkönen, Lewis se isolou na antessala do pódio, mas negou que isso tenha relação com o incidente com o finlandês ― que, aliás, assumiu que errou nos primeiros metros da prova.
 
“De maneira nenhuma. Não”, assegurou Hamilton. “É fácil para você sentar e assistir a corrida. Eu ralei para caramba naquela corrida. Forcei absolutamente 100%, 1000%”, seguiu.
 
“Dei toda a energia que tinha, não tinha sobrando quando acabou”, contou. “As pessoas esperam que você saia do carro, acene, sorria e tudo mais. Eu dei tudo que podia, estava com dificuldade para ficar de pé. É muito físico hoje em dia”, indicou.
 
O piloto da Mercedes explicou que a prova de reação exigiu um esforço muito maior do que precisa fazer tradicionalmente.
 
“É diferente quando você está na liderança e pode controlar o ritmo”, explicou. “E u estava vindo de último”, lembrou. 
 
“Então eu não tinha muito para dar naquela hora e precisava respirar fundo”, relatou. “Não tenho nenhum problema com Kimi”, concluiu.
 
UMA DAS MELHORES CORRIDAS DO ANO

ABANDONO DE HAMILTON RECOLOCA VETTEL NO CAMINHO DO PENTA