F1

Hamilton admite que sonha com teste com MotoGP, mas faz ressalva: “Preciso de mais dias na moto primeiro”

Em visita do GP do Catar, Lewis Hamilton disse estar se preparando para realizar o sonho de testar uma MotoGP. O #44 reconheceu que precisa de mais tempo de pista em cima de uma moto antes de poder acelerar o protótipo 1000cc
Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
GUIA 2019
🏁 F1 abre ano de briga de gigantes, coadjuvantes de luxo e grid jovem
🏁 F1 reformula regras para resolver velho dilema da falta de ultrapassagens
🏁 Hamilton busca perfeição em 'temporada mais difícil' para colar em Schumacher
🏁 Atrás de tirar Ferrari da fila, Vettel tenta se livrar do peso dos erros em ano decisivo
🏁 Mudanças, revanche e carros diferentes: como Mercedes e Ferrari retomam duelo
🏁 Red Bull busca renascimento com aposta na Honda e na liderança de Verstappen
🏁 Reforçada com Ricciardo, Renault destoa em pelotão do meio ainda mais parelho
🏁 Sem Alonso e mais jovem, McLaren reforça área técnica para limar falhas

🏁 Williams começa temporada cercada de dificuldades e dúvidas sobre futuro

Lewis Hamilton aproveitou os dias de descanso antes do GP da Austrália deste fim de semana para acompanhar o debute da temporada 2019 da MotoGP. Direto do Catar, o #44 admitiu que sonha em testar um protótipo da categoria e contou que está se preparando para isso.
 
Hamilton esteve em Losail a convite da Petronas, que, a partir deste ano, passa a ser a patrocinadora principal da estreante equipe malaia SIC. No sábado, o britânico acompanhou os treinos classificatórios direto da pista e ainda trocou capacetes com Franco Morbidelli e Fabio Quartararo.
Lewis Hamilton assistiu o treino da MotoGP na lateral da pista (Foto: Divulgação/MotoGP)
Lewis também aproveitou o passeio para encontrar e conversar com Valentino Rossi. No fim de semana, surgiram rumores de que os dois vão trocar de lugar para um teste após o GP de Abu Dhabi, etapa final da F1, com Hamilton assumindo o comando da YZR-M1, e o #46 guiando o modelo da Mercedes. 
 
Um porta-voz da Yamaha admitiu que o teste é, sim, uma possibilidade, mas reforçou que o tema é abordado já há algum tempo, sem nunca se concretizar.
 
Falando ao site da MotoGP, Hamilton brincou que talvez possa convencer a “Petronas a me dar um teste com uma das motos deles”.
 
Questionado se testar uma MotoGP fazia mesmo parte seus planos, Hamilton respondeu: “100% que eu vou pilotar uma. Estou me preparando”.
 
“Eu preciso de mais dias [na moto], primeiro porque eu só tive meio que dois dias e meio na pista, mas, eventualmente, eu adoraria testar uma moto da MotoGP. Esse é o sonho”, declarou. “Eu assisto todos os fins de semana. Mesmo quando estou em fim de semana de corrida, fico saindo de reuniões antes de depois da classificação [da F1] para que eu possa assistir a classificação aqui”, completou.
 
Em dezembro passado, Hamilton testou uma Yamaha R1 em Jerez ao lado de Michael van der Mark e Alex Lowes, os pilotos da marca dos três diapasões no Mundial de Superbike.