F1
13/09/2018 10:00

GP às 10: Pelo bem da F1, Liberty Media precisa adotar medidas para reduzir abismo orçamentário

Flavio Gomes comenta a declaração recente de Zak Brown, chefe da McLaren, de que a F1 é “uma bomba-relógio prestes a explodir”. E o grande problema, na visão do jornalista, é o abismo orçamentário que separa as grandes Mercedes e Ferrari do resto das equipes
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 A largada do GP da Hungria (Foto: Mercedes)
Chefe da McLaren, Zak Brown veio a público na última quarta-feira e alertou o mundo do esporte ao dizer que a “F1 é uma bomba-relógio prestes a explodir” e clamou por uma intervenção rápida do Liberty Media. No GP às 10 desta manhã, Flavio Gomes comenta a fala do dirigente norte-americano e concorda. O jornalista vai além e diz que a F1 precisa urgentemente equilibrar a competição e reduzir o abismo orçamentário que separa as equipes grandes, como Mercedes e Ferrari, do restante do grid. Uma diferença tão brutal que tende a destruir o próprio esporte.
 
O GP às 10 é a série que traz um comentário em vídeo dos jornalistas do GRANDE PRÊMIO, sempre às 10h (de Brasília), do dia e da noite. Veja aqui todas as edições do GP às 10.