F1

GP às 10: Histórico de lisura de Räikkönen basta para acabar com acusações de batida intencional

Kimi Räikkönen foi acusado por dirigentes de alto escalão da Mercedes de bater de propósito em Lewis Hamilton – uma besteira aos olhos de Flavio Gomes. No GP às 10, o jornalista defende que um incidente intencional não combina com Kimi

Warm Up / Redação GP, de Porto Alegre

Kimi Räikkönen se viu no olho do furacão após o GP da Inglaterra. Por rodar Lewis Hamilton na largada, o finlandês foi acusado por Toto Wolff, chefe da Mercedes, de agir com má-fé. Para Flavio Gomes, não faz sentido: no GP às 10 matinal desta terça-feira (10), o jornalista afirma que um acidente intencional não combina com o perfil de Kimi.

O GP às 10 é a série que traz um comentário em vídeo dos jornalistas do GRANDE PRÊMIO sempre às 10h (de Brasília), do dia e da noite. Veja aqui todas as edições do GP às 10.