F1
07/07/2018 14:40

Confira declarações dos pilotos após classificação para GP da Inglaterra, décima etapa da temporada 2018 da F1

Com 1min25s892, Lewis Hamilton ficou com a pole-position, superando Sebastian Vettel por 0s044. 0s098 mais lento que o #44, Kimi Räikkönen ficou com o terceiro posto. Charles Leclerc e Esteban Ocon, jovens talento da F1, garantiram um lugar no Q3 e festejaram seus respectivos desempenhos no circuito britânico
Warm Up / Redação GP,  de São Paulo
 Sebastian Vettel, Lewis Hamilton e Kimi Räikkönen (Foto: AFP)

Lewis Hamilton conquistou a pole-position para o GP da Inglaterra de F1. Neste sábado (7), o #44 fez a melhor de suas 16 voltas na classificação em 1min25s892 e assegurou o posto de honra em Silverstone com 0s044 de margem para Sebastian Vettel, o segundo colocado. Kimi Räikkönen completa o top-3.
 
0s325 mais lento que o ponteiro, Valtteri Bottas ficou com o quarto posto, à frente de Max Verstappen e Daniel Ricciardo. Kevin Magnussen, Romain Grosjean, Charles Leclerc e Esteban Ocon completam o rol dos dez primeiros.
Lewis Hamilton ficou com a pole em Silverstone (Foto: AFP)
2s009 mais lento que Hamilton, Nico Hülkenberg ficou com o 11º posto, à frente de Sergio Pérez, Fernando Alonso, Pierre Gasly, Marcos Ericsson, Carlos Sainz Jr., Stoffel Vandoorne e Sergey Sirotkin.
 
Lance Stroll e Brendon Hartley não marcaram tempo e ficam com as últimas duas posições do grid de Silverstone.
 
Confira as declarações dos pilotos:
 
 
 
 
Valtteri Bottas, quarto: “Estou decepcionado. Nosso ritmo era bom hoje e estava correndo tudo bem para mim, mas eu perdi [tempo] nas duas últimas curvas. Fui fundo demais na curva 16, perdi alguns décimos lá e caí para quarto. Sem esse erro, acho que estaria lutando pela pole hoje. As Ferrari já pareceram fortes ontem e hoje foi muito apertado entre nós e eles, então espero uma luta similarmente apertada amanhã. Não vai ser fácil passar por eles amanhã, mas nós vimos ultrapassagens nesta pista antes, então ainda temos oportunidade para mais. Nós vimos bolhas na semana passada na Áustria, então manter os pneus em boas condições vai ser chave para amanhã levando em conta a temperatura. Vai ser uma corrida longa e quente, uma dura batalha, mas estou ansioso”.
 
 
 
Kevin Magnussen, sétimo: “Foi divertido. Nós temos este campeonato B, no qual estamos focados junto com todas as equipes do meio. É bem divertido. Há muita pressão porque todos estão bem próximos, mas acertamos hoje com o sétimo e oitavo lugares, com a Haas sendo a melhor do resto. É uma pole-position do campeonato B, então estou bem feliz. É uma boa posição para se estar. Você não está olhando para a frente, estamos olhando para trás, então é completamente como uma pole-position. Os caras da frente estão tão à frente que somem. Se eu puder passar a primeira volta na mesma posição, o que vai ser bem complicado, então espero que tenhamos uma pista limpa e que consiga salvar meus pneus e fazer a corrida. Vamos ver. Foi um bom sábado com uma boa posição de largada para amanhã.”
Kevin Magnussen comemorou por ter sido o 'melhor do resto' neste sábado (Foto: Haas)
Romain Grosjean, oitavo: “Estou muito feliz. Sabendo que nós não guiamos ontem à tarde e que nós tínhamos feito apenas uma volta com os pneus macios pela manhã, acho que é uma ótima recuperação. Nesta manhã, na sessão com bandeira vermelha, não foi fácil, mas chegamos aqui e colocamos os dois carros em sétimo e oitavo. Acho que foi o melhor que nós pudemos fazer, então podemos estar bem felizes com isso. Na minha última volta não coloquei tudo na mesa, o que acho que foi o certo a fazer. Para a equipe, sétimo e oitavo é algo incrível, e acho que nós podemos ter uma grande corrida. Se nós tivermos a sorte que tivemos na Áustria, vai ser ótimo, mas se nós dois pudermos avançar na ‘terra de ninguém’ e acelerar a partir de lá e fazer nossa corrida, vai ser bom.”
 
Charles Leclerc, nono: “Estou muito feliz por terminar a classificação no Q3 mais uma vez. Isso é ótimo para a equipe toda e foi um esforço grande do time. Agora, nós temos de focar na corrida e continuar trabalhando do mesmo jeito para terminar bem amanhã. É isso que conta no final. Obrigado ao time por hoje. Estou ansioso para voltar para a pista amanhã”.
 
Esteban Ocon, décimo: “Estou bem feliz em voltar ao top-10 depois de ficar fora do Q3 nas últimas duas corridas. Nós demos um passo à frente e podemos ficar satisfeitos com o nosso ganho de performance, mas nós precisamos seguir pressionando. Começamos a corrida de amanhã já na zona de pontuação e me sinto confiante, porque, normalmente, nós temos um ritmo melhor em comparação com a nossa velocidade em uma única volta. O pelotão intermediário está muito apertado no momento, então vai ser uma grande batalha amanhã, especialmente com a Renault atrás de mim e meu companheiro de equipe, Sergio, que estarão pressionando bastante”.
 
Nico Hülkenberg, 11º: “Estou ok com o 11º no desenrolar das coisas. Tem sido um fim de semana difícil para nós com o carro até agora, uma vez que não estivemos tão competitivos. A força do nosso carro é maior nas curvas de baixa velocidade e aqui nós perdemos nas curvas de alta. Chegar ao Q3 era difícil, mas se não dá para ficar em sétimo, pelo menos estamos em 11º com liberdade de escolha de pneus. O 11º te dá flexibilidade de estratégia, o que pode ser valioso e útil. Ainda podemos ter uma corrida forte aqui."
 
Sergio Pérez, 12º: “Tínhamos potencial para sermos um pouco mais rápidos, mas a pista não melhorou tanto quanto eu estava esperando. As margens foram muito próximas e, infelizmente eu perdi o lugar no Q3. O 12º não é o pior lugar para começar amanhã: podemos correr bem partindo de lá e é possível pontuar. Tenho liberdade para escolher os pneus para a largada e temos pneus novos disponíveis. O calor tem o potencial para tornar as coisas interessantes amanhã. Com a alta degradação, pode ser difícil conseguir a estratégia de uma parada”.
 
 
Pierre Gasly, 14: “Não foi ruim hoje, especialmente depois de um começo de fim de semana muito difícil, uma vez que tivemos alguns problemas que não nos permitiram rodar muito. Depois do acidente de Brendon [Hartley] no terceiro treino, nós trocamos toda a suspensão dianteira e, consequentemente, também o acerto, o que significou que nós seguimos para a classificação um pouco às cegas. A equipe foi maravilhosa, uma vez que eles terminaram o trabalho muito rápido para a classificação. No fim das contas, foi ótimo. Me senti muito bem com o carro, então deixe-me agradecer a todos os caras na garagem. Um grande esforço, trabalho fantástico. Analisando o GPS, fomos bem nas curvas, mas perdemos algum tempo nas retas na comparação com nossos principais concorrentes, então é difícil lutar contra esses caras. No entanto, a corrida é amanhã e vamos tentar tirar proveito das oportunidades que surgirem.”
Pierre Gasly conseguiu acelerar na classificação após a troca da suspensão dianteira da Toro Rosso (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Marcus Ericsson, 15º: “Foi uma classificação mais ou menos para mim. Depois de uma performance forte no TL3 [10º], o Q1 foi um esforço realmente bom ― nós conseguimos colocar tudo no lugar e avançamos para o Q2 de novo. A segunda sessão foi um pouco desapontadora, já que não consegui melhorar. Apesar desde resultado, ainda me sinto confiante para a corrida. Nós tivemos um bom ritmo de corrida na sexta-feira e me sinto forte no carro. Tomara que possamos reagir e sermos mais competitivos amanhã”.
 
Carlos Sainz Jr., 16º: “Tem sido um fim de semana desafiador para nós até agora. Cada detalhe foi uma chave para entrar no top-10 hoje. Infelizmente, fizemos algumas pequenas mudanças no acerto do terceiro treino para a classificação, o que não funcionou como o esperado e, junto a isso, pegamos um pouco de tráfego, o que foi o bastante para ficar fora do Q2. É uma pena que minha série de 100% no Q3 tenha chegado ao fim, mas sabia que isso viria a acontecer em algum momento, com esse pelotão intermediário tão apertado, isso poderia acontecer apesar dos nossos melhores esforços. Vamos analisar todas as informações e decidir a melhor estratégia para amanhã. Pode ser uma corrida complicada, mas com chances reagir e entrar nos pontos, então estou ansioso por este desafio.” 
 
Stoffel Vandoorne, 17º: “Desde esta manhã, tinha algo fundamentalmente errado com o carro. Nós não conseguimos encontrar qual era o problema. Na classificação, o feeling foi terrível, bem ruim”.
 
Sergey Sirotkin, 18º: “Hoje foi muito decepcionante para nós. O progresso na equipe é muito visível, uma vez que, em certas condições, nós conseguimos encaixar as coisas e ter um melhor ritmo do carro. Na classificação, tivemos as piores condições possíveis de pista e ambiente para nós pelo sol lá fora, estava muito quente. Sabíamos que as condições não seriam as ideais, o que era óbvio quando você pode ver o carro se comportando como estava. É difícil criar um bom equilíbrio ao fazer a curva. Lance e eu rodamos, mas isso faz parte. Neste fim de semana, mesmo com uma volta ideal, ainda ficaríamos 0s6 para entrar no Q2. Esta é, provavelmente, a coisa mais decepcionante para nós.”
Lance Stroll rodou e, sem tempo, vai largar no fim do grid neste domingo (Foto: F1/Twitter)
Lance Stroll, 19º: “Fiz exatamente a mesma coisa que estou fazendo durante todo o fim de semana na curva 6 e o carro simplesmente quebrou, foi algo muito agressivo. Lutamos contra problemas de estabilidade durante toda a temporada, uma vez que o carro é muito imprevisível e precisamos investigar isso com mais detalhes. Foi muito estranho, já que foi algo tão agressivo que fiquei muito chocado pela forma como isso aconteceu, muito de repente. Fiquei preso na brita e não havia nada que eu pudesse fazer.”
 
Brendon Hartley, 20º: “Eu estou bem. O carro, definitivamente, não está. Foi uma evidência da segurança das pistas da F1, porque eu tive algumas grandes pancadas neste ano. É decepcionante não fazer a classificação, já que o carro estava bom antes da falha da suspensão. Sei que todos estão levando a sério e tenho fé total de que teremos o carro pronto para amanhã”.

UMA DAS MELHORES CORRIDAS DO ANO

ABANDONO DE HAMILTON RECOLOCA VETTEL NO CAMINHO DO PENTA