F1

Com dupla indefinida, Toro Rosso sonda Mick Schumacher para vaga de titular em 2019, diz site

Segundo a edição italiana do site ‘Motorsport.com’, Mick Schumacher, em franca ascensão na temporada 2018 da F3 Europeia, é uma das possibilidades da Toro Rosso para o ano que vem na F1. No entanto, a publicação dá conta de que o desejo do alemão é passar antes pela F2
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Mick Schumacher venceu as três corridas da F3 Europeia em Nürburgring (Foto: FIA F3 European)
A dupla de pilotos da Toro Rosso para 2019 é um dos maiores mistérios da atualidade na F1. Tradicionalmente, a equipe baseada em Faenza traz os talentos oriundos do programa de desenvolvimento da Red Bull, mas de uns tempos para cá os bons nomes são cada vez mais raros. Até por isso, a escuderia italiana optou por trazer Brendon Hartley para este ano. Enquanto Pierre Gasly acertou seu futuro para defender a equipe matriz na próxima temporada, rumores apontam até para o retorno de Daniil Kvyat à Toro Rosso. Outro nome, apontado pela edição italiana do site ‘Motorsport.com’ é o de Mick Schumacher, filho do heptacampeão mundial, Michael Schumacher.
 
Mick vem em franca ascensão na F3 Europeia e ocupa a vice-liderança do campeonato, a três pontos do líder, Dan Ticktum. Schumacher viveu um fim de semana de gala na etapa de Nürburgring e venceu as três corridas da rodada tripla, encostando de vez na briga pelo título
 
Assim, de olho no bom momento do alemão de 19 anos, a Toro Rosso entrou em contato com seu staff para se certificar da situação e de um eventual interesse visando 2019.
Mick Schumacher começa a ter seu futuro ligado à F1 (Foto: Divulgação/F3 Europeia)
Segundo a publicação, Schumacher vai chegar aos 40 pontos necessários para obter a superlicença caso termine entre os três primeiros colocados do campeonato, o que tende a acontecer com facilidade. Dos 40, restam 20 para Mick conseguir a superlicença.
 
No entanto, Dan Ticktum, membro do programa de jovens pilotos da Red Bull, não tem perspectiva de conquistar a pontuação necessária ainda em 2018. Tanto que a empresa dos energéticos cogita em mandá-lo ao Japão para disputar a Super Formula no ano que vem, procedimento semelhante ao adotado por Pierre Gasly na temporada passada.
 
Contudo, embora seja cortejado por uma equipe de F1, Mick Schumacher prefere não pular etapas e considera, antes, passar pela F2 para amadurecer como piloto antes de dar o passo final. Recentemente, dois pilotos oriundos da F3 Europeia foram direto para a F1: Max Verstappen e Lance Stroll.