F1
12/09/2018 11:38

Chefe da Red Bull lamenta situação de risco e diz que ligação com Mercedes atrapalha futuro de Ocon

Chefe da Red Bull lamentou que Esteban Ocon esteja correndo o risco de ficar sem vaga no grid de 2019 da F1. Christian Horner avaliou que a ligação com a Mercedes está atrapalhando o piloto
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Esteban Ocon (Foto: Racing Point Force India)
Chefe da Red Bull, Christian Horner avaliou que, no momento, o contrato com a Mercedes mais prejudica do que ajuda Esteban Ocon. O jovem francês ainda não tem espaço garantido no grid de 2019.
 
Hoje titular da Force India, Ocon está na iminência de perder sua vaga para Lance Stroll, já que o time foi comprado por um consórcio liderado pelo pai do atual piloto da Williams, Lawrence. 
Christian Horner avaliou que Mercedes está atrapalhando Esteban Ocon (Foto: Mark Thompson/Getty Images)
Na visão de Horner, a Toro Rosso seria uma opção para Ocon, mas o acordo não é possível por conta da ligação do piloto com a Mercedes, assim como já aconteceu com a McLaren, por exemplo. 
 
“É uma loucura que um piloto como Esteban corra o risco de não ter uma vaga no ano que vem”, disse Horner em entrevista à emissora Sky Italia. “Mas para ele, no momento, ser um piloto contratado pela Mercedes não ajuda”, seguiu.
 
“Se ele estivesse livre, seria um candidato óbvio para a Toro Rosso, mas nós não podemos investir em um jovem ligado a um de nossos oponentes”, afirmou. “Acho que, se os papéis estivessem invertidos, seria exatamente a mesma coisa”, concluiu.
 
Pelo Twitter, Ocon reconheceu que vive uma “situação difícil”, mas ressaltou que não vai desistir da carreira.
 
“Como vocês sabem, não teve caminho fácil na minha carreira. Posso prometer que não é neste momento que eu vou desistir. A motivação é alta e meus antigos rivais estão em carros de ponta, o que me deixa mais faminto do que nunca”, afirmou. “Eu sonho F1, treino F1, como F1, jogo F1, penso F1. Eu nasci para correr e minha única meta é e sempre será ser campeão”, completou.