F1

Após conversa, Ecclestone revela “plano secreto” de Lauda para fim do ano: aparição no GP de Abu Dhabi

Niki Lauda segue com diversas limitações por conta do transplante de pulmão realizado em agosto, mas sonha com uma aparição no GP de Abu Dhabi, último do ano. O plano foi revelado por Bernie Ecclestone, amigo e ex-chefão da F1
Warm Up / Redação GP, de Berlim
 Lauda quase sorrindo em Interlagos (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

A recuperação de Niki Lauda após o transplante emergencial de pulmão realizado em agosto rende todos os tipos de elogios, dos médicos aos amigos da Fórmula 1. A rápida recuperação de um quadro potencialmente letal, seguida da alta no hospital, já permite pensar em uma aparição no paddock ainda em 2018.
 
Quem afirma isso é Bernie Ecclestone, ex-chefão da F1, que ‘vazou’ o “plano secreto” de Lauda. O britânico comentou que o ex-piloto está se preparando de olho em uma aparição no GP de Abu Dhabi, em 25 de novembro.
 
“Ele está indo bem, dadas as circunstâncias. Ele disse que se sente muito melhor e que só precisa tomar remédios e ser disciplinado. O plano secreto dele é aparecer em Abu Dhabi. É incrível pensar nas coisas que ele passou, ele não merece isso [problemas de saúde]", disse Ecclestone, entrevistado pelo jornal suíço ‘Blick’.
Nick Lauda quer aparecer em Marina Bay, no GP de Abu Dhabi (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
A aparição de Lauda em Abu Dhabi é viável, mas tem limitações. A primeira delas é o pedido da equipe médica de que Niki passe seis meses sem andar de avião – só três se passaram até novembro. A segunda é que os médicos sugeriram que o tricampeão não se afastasse muito de Viena, onde foi tratado, para facilitar atendimento em caso de nova emergência.
 
Lauda ainda é figurinha carimbada no paddock da F1 – ao menos até antes do transplante – por conta do cargo de presidente não-executivo da Mercedes. Niki trabalha próximo do chefe de equipe Toto Wolff, que já foi até chamado de “idiota” em uma brincadeira do ex-piloto após a cirurgia. Lewis Hamilton foi outro que teve contato com o austríaco, que passou impressão positiva.
 
Em Abu Dhabi, Lauda teria a chance de celebrar o pentacampeonato de Hamilton na F1. Também é possível que o ex-piloto celebre o Mundial de Construtores, quinto seguido, que está em vias de ser confirmado matematicamente contra a Ferrari.