eSports

Novo piloto de eSports da McLaren, Igor Fraga volta à ação em competição de Gran Turismo na França

Igor Fraga, campeão do McLaren Shadow em 2018, já tem compromisso no automobilismo virtual em 2019. O brasileiro vai disputar a etapa de Paris do World Tour, campeonato de Gran Turismo certificado pela FIA. Adriano Carraza e Thiago Gonzaga são outros compatriotas no evento
Grande Prêmio / THIAGO IZEQUIEL, de Maricá
Igor Fraga, brasileiro selecionado como novo piloto de eSports da McLaren e campeão da Copa das Nações no GT FIA Certified Championship, já tem novo compromisso na agenda. Fraga está inscrito em nova competição do jogo Gran Turismo, o World Tour 2019, a ser realizado em Paris.
 
O World Tour 2019, assim como a Copa das Nações, é certificado pela FIA e conta com a participação de alguns dos melhores pilotos virtuais, já presentes no ano passado. Além de Fraga, a lista de brasileiros também inclui os compatriotas Adriano Carraza – apenas da ‘Copa das Nações’ – e Thiago Gonzaga – apenas na Manufacturer Series, pela Porsche.
 
Igor participa dos dois formatos, a Copa das Nações e a Manufacturer Series. Enquanto a primeira se baseia em uma disputa individual, onde cada piloto luta para ser o melhor, o segundo forma times que representam montadoras disponíveis no Gran Turismo. Fraga está na equipe da Nissan e é companheiro do alemão Mikail Hizal e do japonês Ryota Kokubun. 
Igor Fraga conquistou vaga na McLaren no eSports em 2018 (Foto: Shadow Project)
O evento começa com a Manufacturer Series, marcada para o próximo sábado (16) às 14h (de Brasília). São quatro fases: as duas classificações – a segunda sendo apenas com as seis melhores equipes –, três corridas onde um piloto de cada time representa a montadora, e a final, onde os pilotos revezam o mesmo carro em uma única prova. 
 
As pistas utilizadas para as corridas serão, na ordem: Brands Hatch, Tokyo Expressway, Suzuka e Barcelona, palco da final.
 
Na Copa das Nações, que ocorre no domingo (17), os 24 competidores passam por classificação que dá origem a dois grupos, A e B, para a semifinal com 12 pilotos em cada. No entanto, os seis mais rápidos deste ranking fazem nova classificação que determina o top-3 de cada grupo. Nas semis, os quatro melhores dos dois grupos avançam para as finais, enquanto outros 12 (do quinto ao décimo) participam de uma repescagem, da qual apenas os quatro melhores seguirão adiante. A final contará então com 12 participantes. Cada corrida conta com diferentes carros, pneus e consumos de combustível, variando também no número de voltas e na obrigatoriedade de pit-stops.
 
“Será um grande evento e tenho certeza que os outros competidores estão treinando bastante e querem ganhar de mim, devido os títulos que ganhei no ano passado [Gran Turismo e McLaren Shadow]”, disse Fraga, entrevistado com exclusividade pelo GRANDE PRÊMIO. “Tenho essa responsabilidade de corresponder a altura e estou bem animado para o evento. Fico meio dividido por conta das atividades no automobilismo, então tenho treinado sempre que posso e darei o meu melhor. Espero ter um bom resultado lá [Paris] também. O objetivo é sempre vencer, então darei o melhor de mim para alcança-lo”, encerrou.