Endurance

Sistema de reabastecimento irregular causa exclusão do G-Drive #26. E trio de Negrão herda vitória na LMP2 em Le Mans

O #26 de Jean-Éric Vergne, Roman Rusinov e Andrea Pizzitola, vencedor da classe LMP2, foi excluído dos resultados finais. O carro tinha um sistema de reabastecimento que permitia a entrada de combustível em fluxo maior do que o permitido. O #36, do trio André Negrão, Pierre Thiriet e Nicolas Lapierre herda a vitória provisória
Warm Up / VITOR FAZIO, de Porto Alegre
 A G-Drive dominou a prova na LMP2 e venceu as 24 Horas de Le Mans neste domingo (Foto: Twitter)

O resultado final das 24 Horas de Le Mans foi alterado na tarde desta segunda-feira (18). O carro #26 da G-Drive, pilotado pelo trio Jean-Éric Vergne, Roman Rusinov e Andrea Pizzitola, foi excluído após cruzar a linha de chegada em primeiro na classe LMP2.
 
De acordo com os comissários das 24 Horas de Le Mans, o carro tinha um sistema de reabastecimento que não estava de acordo com o regulamento técnico. O combustível entrava no carro em fluxo maior do que o permitido. De acordo com um relatório da FIA, uma “peça mecânica extra” facilitava o reabastecimento.
O carro #36, pilotado por André Negrão, herdou a vitória em Le Mans (Foto: Dunlop)

As mudanças significam que a vitória na LMP2 fica com o #36 de André Negrão, Pierre Thiriet e Nicolas Lapierre. Para o brasileiro, o resultado significa uma vitória logo na segunda participação na corrida de 24 horas. O resultado, todavia, ainda é provisório. Além disso, a G-Drive planeja apelar da decisão para recuperar a vitória.
 
O #26 teve uma bela atuação em Le Mans. Além de ser o melhor da classe LMP2, duas voltas à frente do #36, o carro apareceu em quinto na classificação geral das 24 Horas de Le Mans.

A infração também foi percebida no carro #28 da TDS Racing, de François Perodo, Loïc Duval e Matthieu Vaxivière, que terminou em quarto na classe LMP2. Os competidores também foram excluídos do resultado final.

Por conta da segunda exclusão, o trio de Juan Pablo Montoya, Hugo de Sadeleer e Will Owen herdou pódio na classe LMP2. O carro #32 da United Autosports foi, originalmente, quinto na categoria.