Endurance

Hartley substitui Button na SMP em Sebring e Spa e marca retorno ao Mundial de Endurance

Brendon Hartley já tem novos compromissos em sua agenda para 2019. O neozelandês vai substituir Jenson Button na equipe russa SMP, retornando ao Mundial de Edurance nas etapas em Sebring e Spa-Francorchamps

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
A agenda de Brendon Hartley em 2019 vai ganhando corpo. O piloto agora vai retornar temporariamente ao Mundial de Endurance, substituindo Jenson Button por duas etapas na SMP Racing.
 
Na última semana, o neozelandês foi confirmado como piloto de simulador da Ferrari. Agora, vai também correr as etapas em Sebring e Spa-Franchorchamps, dividindo o carro com Vitaly Petrov e Mikhail Aleshin. O campeão de 2009 da F1 não pode alinhar nas provas por conta de seus compromissos com a Super GT, mas volta para as 24 Horas de Le Mans, em junho.
 
“Estou muito feliz em me juntar à SMP Racing pelas duas próximas corridas do WEC, em Sebring e Spa. A equipe tem as ferramentas e bons pilotos, então acredito que temos uma grande oportunidade de brigar por pódios. Marca meu retorno para o WEC e estou realmente ansioso em estar de volta ao paddock com alguns rostos familiares”, disse Hartley.
Brendon Hartley (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
O piloto é o segundo ex-F1 que integra a SMP no Mundial de Endurance. O outro é Sergey Sirotkin, que vai comandar o #17 da equipe ao lado de Egor Orudzhev e Stephane Sarrazin para o restante da temporada 2019/19 da categoria.
 
“Eu gostaria de receber Brendon Hartley, que se junta a gente. Conheço Brendon há algum tempo já, nos damos bem e ele é um excelente piloto, que certamente vai ajudar nossa equipe”, disse o russo.
 
Hartley tem um histórico de muito sucesso no WEC. Correu por quatro temporadas completas na classe LMP1, entre 2014 e 2017, sempre pela Porsche. No período, conquistou 12 vitórias, uma delas em Le Mans, e foi bicampeão mundial.