Endurance

Equipe Kessel anuncia trio feminino para disputar temporada completa da European Le Mans Series

A European Le Mans Series vai contar com uma temporada memorável em 2019. O motivo é que a Kessel anunciou uma equipe totalmente feminina, com Manuela Gostner, Rahel Frey e Michelle Gatting, fato inédito na história da categoria

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
A temporada 2019 da European Le Mans vai ficar na história da categoria. O motivo é que pela primeira vez uma equipe totalmente feminina vai alinhar no grid, com Manuela Gostner, Rahel Frey e Michelle Gatting defendendo o #83 da Kessel Racing.
 
O trio vai disputar a classe ELMS LMGTE, onde já conquistou forte resultado no passado – cruzou a linha de chegada em sexto no geral nas 12 Horas do Golfo, em Abu Dhabi, e ficando com o pódio da GTE Pro/AM ao terminar em segundo.
 
O principal objetivo do #83 é estar constantemente na briga do pelotão da frente e terminar entre as primeiras posições da classe. Participar das 24 Horas de Le Mans também está no plano da equipe.
 
A participação do time na temporada 2019 da European Le Mans Series é apoiado pelo projeto Mulheres no Automobilismo, da FIA. O programa ajuda a promover a participação de mulheres em todos os aspectos no mundo do esporte a motor.
O trio composto por Gostner, Frey e Gatting (Foto: Divulgação)
“Após uma ótima primeira saída nas 12 Horas do Golfo, em Abu Dhabi, no ano passado, Manuela, Rahel e Michelle receberam a merecida oportunidade de competir na temporada completa da ELMS”, disse Michèle Mouton, presidente da Comissão de Mulheres no Automobilismo.
 
“Ter recebido essa chance da Kessel realmente mostra que as pilotas são mais do que capazes de brigar na frente quando são oferecidas as oportunidades certas. Um grande obrigada para a Kessel, ELMS e ACO pelo apoio. Naturalmente vamos acompanhá-las com grande interesse”, completou.
 
“Estamos muito orgulhosos de receber Manuela, Rahel e Michelle ao paddock da ELMS, e com a FIA e ACO vamos apoiá-las em sua ambição em competir nas 24 Horas de Le Mans. A categoria sempre apoiou que mulheres fizessem parte de nosso esporte”, falou Gérard Neveu, diretor-executivo da European Le Mans Series.
 
“Seja como chefe de equipe, engenheiras, mecânicas ou pilotas. Esperamos que essa equipe 100% feminina se torne uma fonte de inspiração para a próxima geração de competidoras”, concluiu.