Endurance
12/10/2018 06:39

Alonso domina treinos livres para 6 Horas de Fuji e coloca Toyota #8 na liderança por mais de 1s

Com um tempo voador no segundo treino livre para as 6 Horas de Fuji, Fernando Alonso mostrou que será muito difícil segurar o trio #8 da Toyota, formado também por Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima. O espanhol assumiu o carro após Buemi liderar o TL1 e destruiu a volta que o parceiro havia anotado. TDS, Aston Martin e Dempsey-Proton lideraram, respectivamente, as classes LMP2, GTE Pro e GTE Am
Warm Up / Redação GP, RIO DE JANEIRO
 O #8 da Toyota (Foto: WEC)
Os treinos livres para as 6 Horas de Fuji, realizados na manhã desta sexta-feira (12), foram marcados por atrasos e um domínio irrestrito da Toyota #8. O trio formado por Fernando Alonso, Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima anotou a volta mais rápida do dia com mais de 1s de vantagem para os companheiros de equipe, segundos colocados.
 
O primeiro treino livre ficou parado exatamente por 32 minutos, enquanto uma zebra solta na curva 15 do circuito japonês era consertado. Na soma com o TL2, cerca de 50 minutos foram perdidos em ambas as sessões. 30 minutos foram adicionados ao tempo final no TL1, mas apenas dez no treino posterior.
 
Quem comandou o #8 na primeira sessão foi Buemi, que acertou a liderança com 1min25s847 - bom o bastante para sobrar com mais de 0s5 de vantagem. Alonso, no entanto, ainda destruiu o tempo com 1min23s973 logo no princípio do treino livre #2. José María López foi quem levou o Toyota #7 ao segundo posto, com 1min25s068.
O #8 da Toyota (Foto: WEC)
Entre os LMP1 não-híbridos, Thomas Laurent colocou o Rebellion #3, que também conta com Mathias Beche e Gustavo Menezes - no terceiro lugar geral, 1s724 atrás dos líderes. O também campeão mundial de F1 Jenson Button pôs o SMP #11 que divide com Mikhail Aleshin e  Vitaly Petrov no quarto lugar do TL2 após ter sido terceiro no TL1. O quinto e último trio com volta menos de 2s mais lenta que Alonso foi o Rebellion #1, que também conta com Bruno Senna e Neel Jani, mas estava nas mãos de André Lotterer. O top-5 do TL2 é o top-5 geral do dia.

Na classe LMP2, ao contrário, a melhor volta veio no TL1. Matthieu Vaxivière - François Perrodo e Jean-Éric Vergne - marcou 1min30s360 no TDS #28. A segunda volta mais rápida do dia foi a que liderou o TL2, de André Negrão - Nicolas Lapierre e Pierre Thiriet -, no Signatech Alpine #36: 1min30s410. Também no TL2, o Jackie Chan DC #38 de Ho-Pin Tung, Gabriel Aubry e Stéphane Richelmi ficou com o terceiro posto do dia: 1min30s842.
O #Aston Martin #95 (Foto: WEC)
Entre os carros da GTE Pro, Nicki Thiim - Marco Sorensen - marcou no final do TL2 uma marca de 1min37s659 para o Aston Martin #95. Com Harry Tincknell - Andy Priaulx - ao volante, o Ford Ganassi #67 ficou no segundo lugar, seguido pela Ferrari #71 de Davide Rigon - Sam Bird.

Já na GTE Am, Matteo Cairoli - Gianluca Roda e Satoshi Hoshino - levou o Dempsey-Proton #88 ao topo da tabela do dia com um tempo de 1min38s989. O trio formado por Matt Campbell, Christian Ried e Julien Andlauer completou um 1-2 para a Dempsey Proton ao deixar o #77 no segundo posto. Giancarlo Fisichella/Francesco Castelacci/Thomas Flohr anotou o terceiro posto da classe para o Spirit of Race #54.