Endurance
06/05/2018 12:39

Alonso diz que vitória em Spa foi “teste que rendeu pontos” e vê Toyota pronta para 24 Horas de Le Mans

Fernando Alonso, que venceu ao lado de Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima as 6h de Spa-Francorchamps, afirmou que a conquista provou que a Toyota está devidamente pronta para as 24h de Le Mans, a principal corrida do calendário do WEC
Warm Up / Redação GP, de Curitiba
 Trio do Toyota #8 venceu as 6h de Spa-Francorchamps (Foto: FIA WEC)

Depois de vencer as 6h de Spa-Francorchamps, na abertura do Mundial de Endurance, Fernando Alonso entende que a Toyota está pronta para as 24h de Le Mans, a próxima etapa da temporada 2018/19 do WEC e que acontece no mês que vem. O espanhol garantiu o triunfo na parceria com os colegas Kazuki Nakajima e Sébastien Buemi no carro #8.
 
"Definitivamente, este foi um aquecimento para Le Mans", afirmou o bicampeão da F1. "Foi como um teste, mas com pontos no final na bandeira quadriculada", completou.
 
"Queríamos nos testar em condições adequadas de corrida com outras equipes, com o estresse todo da prova, com trabalho dos mecânicos e dos pilotos, e acabamos entregando uma dobradinha, então acho que estamos prontos para Le Mans", acrescentou o asturiano.

O espanhol de 36 anos não vencia uma corrida desde 2013, quando conquistou o GP da Espanha de F1. Fernando também não subia ao pódio desde 2014, quando foi terceiro colocado na etapa da Hungria, e não largava da pole-position há quase seis anos. A última vez aconteceu na Alemanha, em 2012.
Fernando Alonso (Foto: FIA WEC)
O Toyota guiado por Alonso, Buemi e Kakajima herdou a pole depois que o #7 foi desclassificado por conta de um problema com o fluxo de combustível. O protótipo #8 comandou toda a prova e só enfrentou a resistência dos colegas de equipe na parte final da prova, mas aí a cúpula do time japonês descartou qualquer chance de briga pela vitória.
 
"Pareceu algo fácil, mas acho que os demais carros da LMP1 foram muito rápidos no início da prova. Nós paramos antes deles, porque representavam um risco. Tudo pode acontecer em seis horas de corrida. Houve muito trânsito, muitos momentos de risco, mas acho que fizemos uma prova perfeita", encerrou.
 
Alonso decidiu se dividir entre a F1 e o WEC neste ano porque busca vencer as 24h de Le Mans dentro de seu projeto de conquistar a Tríplice Coroa do automobilismo mundial. O espanhol já possui o triunfo em Mônaco e ainda segue atrás de ganhar as 500 Milhas de Indianápolis.