Endurance
17/06/2018 10:00

Alonso cumpre objetivo, vence 24 Horas de Le Mans ao lado de Buemi e Nakajima e ajuda Toyota a reescrever história

O segundo passo rumo à Tríplice Coroa foi dado. Fernando Alonso cumpriu a meta estabelecida junto à Toyota e venceu de forma dominante as 24 Horas de Le Mans, como esperado, ao lado de Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima. Desta vez, não houve nenhum problema que tirasse a vitória da fábrica japonesa e tampouco a ‘zica’ que há tempos costuma perseguir o espanhol na F1. Na LMP2, André Negrão terminou em segundo e foi ao pódio no dia em que completa 26 anos
Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré
 Festa da Toyota com a conquista das 24 Horas de Le Mans (Foto: McLaren/Twitter)

Fernando Alonso cumpriu seu objetivo. Aterrissou na Toyota e no Mundial de Endurance com uma meta clara: vencer as 24 Horas de Le Mans e dar o segundo passo rumo à sonhada Tríplice Coroa. E o passo foi dado neste domingo (17) com a confirmação de um triunfo histórico em Sarthe com o TS050 Hybrid #8 ao lado de Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima, que deram sequência ao trabalho perfeito desenvolvido pela marca japonesa. A Toyota não teve adversários e finalmente encerrou a sina de azares para reescrever sua própria história com a vitória em Le Mans. Vitória coroada com dobradinha, com Mike Conway, Kamui Kobayashi e José María ‘Pechito’ López fechando o 1-2 com o carro #7.
 
Sem chances de lutar por vitórias na F1 desde 2015, quando voltou à McLaren, Alonso surpreendeu, a partir do ano passado, quando anunciou sua ida para a disputa das 500 Milhas de Indianápolis. Estava claro que seu objetivo não era apenas chocar o mundo do esporte, mas sim o de se tornar o piloto mais completo do seu tempo e vencer a Tríplice Coroa, feito logrado apenas por Graham Hill. 
 
Bicampeão mundial de F1, vencedor do GP de Mônaco e, agora, das 24 Horas de Le Mans, Alonso passa a ter pela frente apenas a Indy 500 para realizar a grande e ousada meta da carreira.
A foto da vitória: Alonso, Nakajima e Buemi comemoram a glória em Le Mans (Foto: FIA WEC)
Cerca de uma hora e meia antes da bandeirada final, a Toyota cometeu um erro e viveu um susto com o LMP1 #7, então guiado por Kobayashi no stint derradeiro. O piloto veio lento até os boxes de forma preventiva, mas antes de fazer a parada, já tinha recuperado a velocidade. O problema acendeu o sinal de alerta entre os japoneses, mas no fim das contas foi mesmo apenas um susto.
 
Depois de tantos dramas e de vitórias que ficaram bem próximas, a Toyota reservou um desfecho emblemático para coroar o tão esperado triunfo em Le Mans. Coube a Nakajima fechar a prova com o protótipo vencedor #8, enquanto Kamui Kobayashi completou a maratona com o #7. Todos juntos. Festa dos japoneses, que enfim escrevem uma nova história em Sarthe. 
 
Quanto à corrida, no fim das contas aconteceu o esperado, ou seja, uma prova da Toyota contra ela mesma, levando em conta a diferença brutal de performance entre os híbridos japoneses e os não-híbridos das equipes independentes da LMP1. Com uma média de 3s mais rápidos por volta em relação aos Rebellion, os TS050 da Toyota sobraram do início ao fim e terminaram correndo praticamente em modo de segurança nas horas derradeiras da prova. Tudo para evitar problemas como em 2016, quando a marca japonesa perdeu uma vitória certa na última volta.
Alonso escreveu sua própria história e deu o segundo passo rumo à Tríplice Coroa (Foto: F1/Twitter)
A diferença brutal de rendimento entre os híbridos da Toyota e os LMP1 não híbridos se refletiu na classificação final. Foram 12 giros de vantagem para o terceiro colocado, o Rebellion R13 #3 do trio composto por Mathias Beche, Thomas Laurent e o norte-americano de ascendência brasileira Gustavo Menezes, que garantiram um lugar no emblemático pódio em Sarthe. Já o Rebellion #1t, com a tripulação formada por Bruno Senna, Andre Lotterer e Neel Jani, marcou uma honrosa quarta colocação, ficando bem perto dos companheiros de equipe.
 
Outro ponto a se destacar é que, diferente do que costuma acontecer em uma corrida tão rápida, desafiadora, desgastante e intensa em Sarthe, desta vez não houve nenhum acidente grave. A prova foi marcada por intervenções do safety-car e da demarcação das zonas de desaceleração (slow zones) em muitos momentos, mas em nenhum deles por conta de incidentes mais sérios e que pudessem proporcionar alguma tensão.
 
Ainda entre os LMP1, Jenson Button viveu uma verdadeira saga na sua estreia em Le Mans. O protótipo da SMP Racing enfrentou muitos problemas ao longo da prova e ficou bem atrás em relação aos concorrentes, chegando a andar em último nas primeiras horas. Na última volta, a tripulação do #11, formada também por Vitaly Petrov e Mikhail Aleshin, abandonou depois que o britânico encostou na área de escape por conta de uma falha no motor.
 
 
Vergne chega ao topo na LMP2 e Negrão vai ao pódio
 
Na segunda categoria mais rápida em disputa nas 24 Horas de Le Mans, a LMP2, a G-Drive deu o tom desde o começo. O Oreca 07-Gibson tripulado por Roman Rusinov, Andrea Pizzitola e Jean-Éric Vergne — que também está muito perto do título da FE — nadou de braçada durante toda a corrida para vencer na categoria em Sarthe e terminar em quinto lugar no geral. 
A G-Drive dominou a prova na LMP2 e venceu as 24 Horas de Le Mans neste domingo (Foto: Twitter)
A diferença para o segundo colocado foi de duas voltas. Por muito tempo, a Panis-Barthez despontou como candidata ao pódio com Julien Canal, Will Stevens e Thimothé Buret. Mas a série de problemas com o carro francês, combinada com a bela performance de outro francês, o Signatech Alpine, colocou André Negrão no pódio da LMP2 no dia em que completa 26 anos. O brasileiro finalizou em segundo na classe e em sexto no geral ao lado de Pierre Thiriet e Nicolas Lapierre.
 
O triunfo da G-Drive na LMP2, contudo, pode ser contestado. Tudo por conta de supostas irregularidades na injeção de combustível durante os reabastecimentos. De forma que Negrão tem a possibilidade de, nos próximos dias, até comemorar a vitória em Le Mans caso a tripulação vencedora da categoria seja de fato punida.
 
A terceira posição da LMP2 ficou com a equipe Graff, formada por Tristan Gommendy, Jonathan Hirschi e Vincent Capillaire. Juan Pablo Montoya, em sua estreia nas 24 Horas de Le Mans, fez um bom papel com a tripulação da United Autosports no Ligier #32 e, ao lado de Hugo de Sadeleer e Will Owen, fechou em quinto na classe e nono no geral. Felipe Nasr teve uma estreia valente em Le Mans depois de ver o Dallara da Cetilar Villorba Corse sofrer com uma série de problemas ao longo da prova. No seu debute em Le Mans, o brasiliense finalizou em 22º no geral e em 13º na LMP2.
 
 
Dobradinha histórica na LMGTE-Pro para festejar aniversário de 70 anos da Porsche
 
A Porsche GT Team, equipe oficial da fábrica alemã, confirmou o favoritismo em Le Mans e garantiu a vitória com direito a dobradinha na LMGTE-Pro. Com duas pinturas icônicas nos seus principais carros, a marca alemã festejou no topo do pódio em Sarthe 70 anos de grandes vitórias no esporte a motor.
 
Com a pintura icônica do Pink Pig, o Porsche 911 RSR guiado por Michael Christensen, Laurens Vanthoor e Kevin Estre, que fechou a corrida para o #92, triunfou depois de ocupar a liderança por praticamente toda a prova e com uma vantagem confortável para o segundo colocado, o Porsche com a pintura da Rothmans guiado por Richard Lietz, Gianmaria Bruno e Frédéric Makowiecki. Mas a dobradinha veio com muito custo depois de um grande duelo travado contra o Ford GT #68 da Ganassi, pilotado por Dirk Müller, Joey Hand e Sébastien Bourdais, que foram ao pódio da categoria dos GTs.
O belo Pink Pig da Porsche triunfou em dia de festa para a montadora alemã em Le Mans (Foto: Twitter)
Tony Kanaan, que correu no Ford GT #67 da Ganassi ao lado de Harry Tincknell e Andy Priaulx, finalizou na quarta posição da classe, duas colocações à frente de Pipo Derani, que acelerou com a Ferrari 488 GTE Evo da equipe oficial AF Corse ao lado de Toni Vilander e Antonio Giovinazzi. Daniel Serra, vencedor das 24 Horas em Le Mans pela Aston Martin — marca que, diga-se, não foi bem neste ano com o novo carro —, finalizou em oitavo ao lado de James Calado e Alessandro Pier Guidi com a Ferrari #51 da AF Corse na esteira de uma corrida de superação.
 
Augusto Farfus, que voltou às 24 Horas de Le Mans pela equipe oficial da BMW, abandonou sua jornada durante a noite por conta de um erro competido pelo seu companheiro de equipe Alexander Sims. A tripulação do M8 GTE #82 foi formada ainda por António Félix da Costa, que foi um dos bons nomes entre os GTs.
 
 
Triunfo da Porsche também na LMGTE-Am
 
Na classe voltada aos gentlemen-drivers, Patrick Dempsey, agora como chefe de equipe, comemorou a vitória em Le Mans. Com o Porsche 911 RSR da Dempsey-Proton, Matt Campbell, Christian Ried e Julien Andlauer triunfaram com o #77 após liderar praticamente toda a prova.
A equipe chefiada por Patrick Dempsey comemorou a vitória na LMGTE-Am (Foto: Twitter)
Giancarlo Fisichella voltou ao pódio da icônica prova sendo o profissional na tripulação da Spirit of Race, formada também por Thomas Flohr e Francesco Castelacci, garantindo o segundo lugar com a Ferrari F488 GTE. 
 
O top-3 foi completado por outra Ferrari, a da Keating Motorsports, com os gentlemen-drivers Ben Keating e Luca Stolz e o profissional Jeroen Bleekemolen, mesmo depois de um problema que levou o carro a ficar parado por alguns segundos na caixa de brita.

Mundial de Endurance 2018, 24 Horas de Le Mans, final: 

1 8 SÉBASTIEN BUEMI
KAZUKI NAKAJIMA
FERNANDO ALONSO
SUI
JAP
ESP
P1 TOYOTA GAZOO RACING
TS050
Híbrido
  388 voltas  
 
 
2 7 MIKE CONWAY
KAMUI KOBAYASHI
JOSÉ MARÍA LÓPEZ
GBR
JAP
ARG
P1 TOYOTA GAZOO RACING
TS050
Híbrido
+2 voltas    
 
 
3 3 THOMAS LAURENT
MATHIAS BECHE
GUSTAVO MENEZES
FRA
SUI
EUA
P1 REBELLION RACING
Rebellion R13 - Gibson
+12 voltas    
 
 
4 1 ANDRE LOTTERER
NEEL JANI
BRUNO SENNA
ALE
SUI
BRA
P1 REBELLION RACING
Rebellion R13 - Gibson
+13 voltas    
 
 
5 26 ROMAN RUSINOV
ANDREA PIZZITOLA
JEAN-ÉRIC VERGNE
RUS
FRA
FRA
P2 G-DRIVE RACING
ORECA 07 - Gibson
+19 voltas    
 
 
6 36 NICOLAS LAPIERRE
ANDRÉ NEGRÃO
PIERRE THIRIET
FRA
BRA
FRA
P2 SIGNATECH ALPINE MATMUT
ALPINE 470 - Gibson
+21 voltas    
 
 
7 39 VINCENT CAPILLAIRE
JONATHAN HIRSCHI
TRISTAN GOMMENDY
FRA
SUI
FRA
P2 GRAFF-SO24
ORECA 07 - Gibson
+22 voltas    
 
 
8 28 FRANÇOIS PERRODO
MATTHIEU VAXIVIÈRE
LOÏC DUVAL
FRA
FRA
FRA
P2 TDS RACING
ORECA 07 - Gibson
+22 voltas    
 
 
9 32 HUGO DE SADELEER
WILLIAM OWEN
JUAN PABLO MONTOYA
SUI
EUA
COL
P2 UNITED AUTOSPORTS
LIGIER JSP217 - Gibson
+23 voltas    
 
 
10 37 JAZEMAN JAAFAR
NABIL JEFFRI
WEIRON TAN
MAS
MAS
MAS
P2 JACKIE CHAN DC RACING
ORECA 07 - Gibson
+27 voltas    
 
 
11 31 ROBERTO GONZÁLEZ
PASTOR MALDONADO
NATHANAËL BERTHON
MEX
VEN
FRA
P2 DRAGONSPEED
ORECA 07 - Gibson
+28 voltas    
 
 
12 38 HO-PIN TUNG
STÉPHANE RICHELMI
GABRIEL AUBRY
CHN
MCO
FRA
P2 JACKIE CHAN DC RACING
ORECA 07 - Gibson
+32 voltas    
 
 
13 29 FRITS VAN EERD
GIEDO VAN DER GARDE
JAN LAMMERS
HOL
HOL
HOL
P2 RACING TEAM NEDERLAND
DALLARA P217 - Gibson
+32 voltas    
 
 
14 33 DAVID CHENG
NICHOLAS BOULLE
PIERRE NICOLET
EUA
EUA
FRA
P2 JACKIE CHAN DC RACING
LIGIER JSP217 - Gibson
+33 voltas    
 
 
15 23 THIMOTHÉ BURET
JULIEN CANAL
WILL STEVENS
FRA
FRA
GBR
P2 PANIS BARTHEZ COMPÉTITION
LIGIER JSP217 - Gibson
+36 voltas    
 
 
16 35 VICTOR SHAITAR
HARRISON NEWEY
NORMAN NATO
RUS
GBR
FRA
P2 SMP RACING
DALLARA P217 - Gibson
+43 voltas    
 
 
17 92 MICHAEL CHRISTENSEN
KEVIN ESTRE
LAURENS VANTHOOR
DIN
FRA
BEL
GTE-PRO PORSCHE GT TEAM
PORSCHE 911 RSR
+44 voltas    
 
 
18 91 RICHARD LIETZ
GIANMARIA BRUNI
FRÉDÉRIC MAKOWIECKI
AUT
ITA
FRA
GTE-PRO PORSCHE GT TEAM
PORSCHE 911 RSR
+45 voltas    
 
 
19 68 JOEY HAND
DIRK MÜLLER
SÉBASTIEN BOURDAIS
EUA
ALE
FRA
GTE-PRO FORD CHIP GANASSI TEAM USA
FORD GT
+45 voltas    
 
 
20 67 ANDY PRIAULX
HARRY TINCKNELL
TONY KANAAN
GBR
GBR
BRA
GTE-PRO FORD CHIP GANASSI TEAM UK
FORD GT
+45 voltas    
 
 
21 63 JAN MAGNUSSEN
ANTONIO GARCÍA
MIKE ROCKENFELLER
DIN
ESP
ALE
GTE-PRO CORVETTE RACING - GM
CHEVROLET CORVETTE C7.R
+46 voltas    
 
 
22 47 ROBERTO LACORTE
GIORGIO SERNAGIOTTO
FELIPE NASR
ITA
ITA
BRA
P2 CETILAR VILLORBA CORSE
LIGIER JSP217 - Gibson
+46 voltas    
 
 
23 52 TONI VILANDER
ANTONIO GIOVINAZZI
PIPO DERANI
FIN
ITA
BRA
GTE-PRO AF CORSE
FERRARI 488 GTE EVO
+47 voltas    
 
 
24 66 STEFAN MÜCKE
OLIVIER PLA
BILLY JOHNSON
ALE
FRA
EUA
GTE-PRO FORD CHIP GANASSI TEAM UK
FORD GT
+48 voltas    
 
 
25 51 ALESSANDRO PIER GUIDI
JAMES CALADO
DANIEL SERRA
ITA
GBR
BRA
GTE-PRO AF CORSE
FERRARI 488 GTE EVO
+49 voltas    
 
 
26 95 MARCO SØRENSEN
NICKI THIM
DARREN TURNER
DIN
DIN
GBR
GTE-PRO ASTON MARTIN RACING
ASTON MARTIN VANTAGE AMR
+49 voltas    
 
 
27 71 DAVIDE RIGON
SAM BIRD
MIGUEL MOLINA
ITA
GBR
ESP
GTE-PRO AF CORSE
FERRARI 488 GTE EVO
+50 voltas    
 
 
28 77 MATT CAMPBELL
CHRISTIAN RIED
JULIEN ANDLAUER
AUS
ALE
FRA
GTE AM DEMPSEY-PROTON RACING
PORSCHE 911 RSR
+53 voltas    
 
 
29 54 THOMAS FLOHR
FRANCESCO CASTELLACCI
GIANCARLO FISICHELLA
SUI
ITA
ITA
GTE AM SPIRIT OF RACE
FERRARI 488 GTE
+53 voltas    
 
 
30 93 PATRICK PILET
NICK TANDY
EARL BAMBER
FRA
GBR
NZL
GTE-PRO PORSCHE GT TEAM
PORSCHE 911 RSR
+54 voltas    
 
 
31 85 BEN KEATING
JEROEN BLEEKEMOLEN
LUCA STOLZ
EUA
HOL
ALE
GTE AM KEATING MOTORSPORTS
FERRARI 488 GTE
+54 voltas    
 
 
32 99 PATRICK LONG
TIMOTHY PAPPAS
SPENCER PUMPELLY
EUA
EUA
EUA
GTE AM PROTON COMPETITION
PORSCHE 911 RSR
+54 voltas    
 
 
33 84 LIAM GRIFFIN
COOPER MACNEIL
JEFFREY SEGAL
GBR
EUA
EUA
GTE AM JMW MOTORSPORT
FERRARI 488 GTE
+56 voltas    
 
 
34 80 FABIO BABINI
CHRISTINA NIELSEN
ERIK MARIS
ITA
DIN
FRA
GTE AM EBIMOTORS
PORSCHE 911 RSR
+56 voltas    
 
 
35 50 ERWIN CREED
ROMANO RICCI
THOMAS DAGONEAU
FRA
FRA
FRA
P2 LARBRE COMPÉTITION
LIGIER JSP217 - Gibson
+56 voltas    
 
 
36 81 MARTIN TOMCZYK
NICKY CATSBURG
PHILIPP ENG
ALE
HOL
AUT
GTE-PRO BMW TEAM MTEK
BMW M8 GTE
+56 voltas    
 
 
37 56 JÖRG BERGMEISTER
PATRICK LINDSEY
EGIDIO PERFETTI
ALE
EUA
NOR
GTE AM TEAM PROJECT 1
PORSCHE 911 RSR
+56 voltas    
 
 
38 61 WENG SUN MOK
MATTHEW GRIFFIN
KEITHA SAWA
MAS
IRL
JAP
GTE AM CLEARWATER RACING
FERRARI 488 GTE
+56 voltas    
 
 
39 97 ALEX LYNN
MAXIME MARTIN
JONATHAM ADAM
DIN
DIN
GBR
GTE-PRO ASTON MARTIN RACING
ASTON MARTIN VANTAGE AMR
+61 voltas    
 
 
40 70 MOTOAKI ISHIKAWA
OLIVIER BERETTA
EDWARD CHEEVER
JAP
MCO
ITA
GTE AM MR RACING
FERRARI 488 GTE
+64 voltas    
 
 
41 69 RYAN BRISCOE
RICHARD WESTBROOK
SCOTT DIXON
AUS
GBR
NZL
GTE-PRO FORD CHIP GANASSI TEAM USA
FORD GT
+77 voltas    
 
 
42 5 CHARLES ROBERTSON
MICHAEL SIMPSON
LEO ROUSSEL
GBR
GBR
FRA
P1 CEFC TRSM RACING
GINETTA G60-LT-P1-Mecachrome
+99 voltas    
 
 
43 86 MICHAEL WAINWRIGHT
BENJAMIN BARKER
ALEXANDER DAVISON
GBR
GBR
AUS
GTE AM GULF RACING
PORSCHE 911 RSR
+105 voltas    
 
 
44 44 ANDREA BERTOLINI
NICLAS JÖNSSON
TRACY KRHOHN
ITA
SUE
EUA
P2 EURASIA MOTORSPORT
LIGIER JSP217 - Gibson
abandonou    
 
 
45 48 PAUL LAFARGUE
PAUL LOUP CHATIN
MEMO ROJAS
FRA
FRA
MEX
P2 IDEC SPORT
ORECA 07 - Gibson
abandonou    
 
 
46 11 VITALY PETROV
MIKHAIL ALESHIN
JENSON BUTTON
RUS
RUS
GBR
P1 SMP RACING
BR ENGINEERING-AER
abandonou    
 
 
47 90 SALIH YOLUC
EUAN HANKEY
CHARLES EASTWOOD
TUR
GBR
GBR
GTE AM TF SPORT
ASTON MARTIN VANTAGE
abandonou    
 
 
48 22 PHILIP HANSON
FILIPE ALBUQUERQUE
PAUL DI RESTA
GBR
POR
GBR
P2 UNITED AUTOSPORTS
LIGIER JSP217 - Gibson
abandonou    
 
 
49 64 OLIVER GAVIN
TOMMY MILNER
MARCEL FÄSSLER
GBR
EUA
SUI
GTE-PRO CORVETTE RACING - GM
CHEVROLET CORVETTE C7.R
abandonou    
 
 
50 10 HENRIK HEDMAN
BEN HANLEY
RENGER VAN DER ZANDE
SUE
GBR
HOL
P1
DRAGONSPEED
BR ENGINEERING BR1-Gibson
abandonou    
 
 
51 25 MARK PATTERSON
ATE DE JONG
TACKSUNG KIM
EUA
HOL
COR
P2 ALGARVE PRO RACING
LIGIER JSP217 - Gibson
abandonou    
 
 
52 88 MATTEO CAIROLI
KHALED AL QUBAISI
GIORGIO RODA
ITA
EAU
ITA
GTE AM DEMPSEY-PROTON RACING
PORSCHE 911 RSR
abandonou    
 
 
53 82 AUGUSTO FARFUS
ANTÓNIO FÉLIX DA COSTA
ALEXANDER SIMS
BRA
POR
ING
GTE-PRO BMW TEAM MTEK
BMW M8 GTE
abandonou    
 
 
54 40 JAMES ALLEN
JOSÉ GUTIÉRREZ
ENZO GUIBBERT
AUS
MEX
FRA
P2 G-DRIVE RACING
ORECA 07 - Gibson
abandonou    
 
 
55 34 RICKY TAYLOR
CÔME LEDOGAR

DAVID HEINEMEIER-HANSSON
EUA
FRA
DIN
P2 JACKIE CHAN DC RACING
LIGIER JSP217 - Gibson
abandonou    
 
 
56 6 ALEX BRUNDLE
OLIVER ROWLAND
OLIVER TURVEY
GBR
GBR
GBR
P1 CEFC TRSM RACING
GINETTA G60-LT-P1-Mecachrome
abandonou    
 
 
57 12 STHÉPNAHE SARRAZIN
EGOR ORUDZHEV
MATEVOS ISAAKYAN
FRA
RUS
RUS
P1 SMP RACING
BR ENGINEERING-AER
abandonou    
   
   
58 94 ROMAIN DUMAS
TIMO BERNHARD
SVEN MÜLLER
FRA
ALE
ALE
GTE-PRO PORSCHE GT TEAM
PORSCHE 911 RSR
abandonou    
   
   
59 98 PAUL DALLA LANA
PEDRO LAMY
MATHIAS LAUDA
CAN
POR
AUT
GTE AM ASTON MARTIN RACING
ASTON MARTIN VANTAGE
abandonou    
   
   
60 4 OLIVER WEBB
DOMINIK KRAIHAMER
TOM DILLMANN
GBR
AUT
FRA
P1 BY KOLLES RACING TEAM
ENSO CLM P1/01 - Nismo
abandonou    
   
   
CONFLITO À VISTA?

NOVA EQUIPE DE LORENZO, HONDA É TODA MOLDADA PARA MÁRQUEZ