DTM

Wittmann segura Rockenfeller em Zandvoort para vencer pela primeira vez na temporada 2017 do DTM

Atual campeão do DTM, Marco Wittmann faturou a vitória na segunda corrida da categoria alemã, neste domingo (20), em Zandvoort. Mas o triunfo não veio fácil, e o piloto da BMW precisou bater Mike Rockenfeller para garantir o direito de subir ao degrau mais alto do pódio. Loïc Duval completou o top-3, enquanto Mattias Ekstrom, quarto, agora é o novo líder do campeonato. Augusto Farfus terminou em nono
Warm Up / Redação GP, de Curitiba
 Max Verstappen foi ao pódio entregar o troféu a Marco Wittmann em Zandvoort (Foto: DTM)

Marco Wittmann levou a melhor na disputa com Mike Rockenfeller na segunda corrida do DTM em Zandvoort, palco neste fim de semana da sexta rodada da temporada 2017. O atual campeão foi desafiado, mas não deu chances e cruzou a linha de chegada com menos de 1s de vantagem para o rival da Audi. Essa foi a primeira vitória do alemão da BMW no ano. Também piloto da marca das quatro argolas, Loïc Duval foi quem completou o pódio. O resultado também foi o melhor do francês no campeonato.
 
Mattias Ekström terminou a prova na quarta colocação e, com o abandono do então líder René Rast, reassumiu a ponta na tabela de classificação do DTM. Agora, o sueco possui 125 pontos, contra 118 do vencedor Wittmann. Rast caiu para o terceiro lugar do campeonato.
 
O brasileiro Augusto Farfus, que havia largado da pole-position nesta prova complementar, obteve apenas a nona posição. O piloto curitibano ocupa o 16º posto da folha de pontuação.
Max Verstappen foi ao pódio entregar o troféu a Marco Wittmann em Zandvoort (Foto: DTM)
Confira como foi a segunda corrida do DTM em Zandvoort
 

No grid, Augusto Farfus liderava desde a pole o domínio da BMW, que se impôs na Holanda com um modelo mais leve que o da concorrência. Só que o bom desempenho na classificação acabou sendo comprometido por uma má largada de Maxime Martin. Farfus também perdeu posição para Marco Wittmann na curva 1, mas impediu a passagem de Jamie Green.
 
Só que o piloto da Audi não desistiu e seguiu perseguindo o brasileiro, mas acabou fora da pista ainda na primeira volta, o que fez Mike Rockenfeller saltar para terceiro e, em seguida, para segundo, depois que Augusto decidiu por um pit-stop precoce. O brasileiro não foi sozinho e boa parte do grid também optou por parar mais cedo, com exceção de Wittmann. 
 
O atual campeão seguiu na pista, até a volta 12 das 37 da prova. Agora segundo, Rockenfeller deixou para visitar os boxes um giro mais tarde. Mike voltou cerca de 3s atrás de Marco, mas não desistiu da briga e pouco a pouco foi tirando a diferença, ajudado também pelo companheiro de Audi, Duval, que seguia na pista e na ponta da corrida devido a uma estratégia de parada tardia.
 
Assim, Rockenfeller conseguiu se aproximar de Wittmann. Os dois protagonizaram, então, uma intensa disputa até a bandeirada final. Marco cruzou a linha de chegada apenas 0s8 à frente do adversário. Duval, que parou muito depois dos dois, acabou sendo recompensado com o terceiro posto, logo à frente de Mattias Ekström. Com o resultado e o abandono de René Rast ainda no início da corrida, depois de um acidente com Maro Engel, o sueco agora é líder do campeonato. 
 
Nico Müller, Gary Paffett, Maxime Martin, Timo Glock, Farfus, que também se envolveu em um incidente com Lucas Auer, e Green completaram os dez primeiros. A próxima etapa do DTM acontece em Nürburgring, entre os dias 9 e 10 de setembro.
PADDOCK GP #91 RECEBE TUKA ROCHA