DTM

Mercedes fecha sexteto, anuncia regresso de Juncadella e completa grid para temporada 2018 do DTM

Já são conhecidos todos os 18 pilotos que vão compor o grid do DTM para a temporada 2018. Na Mercedes, que vai fazer seu último ano na categoria, o último nome confirmado foi o do espanhol Daniel Juncadella, que volta ao certame após um ano fora. Augusto Farfus, sempre com a BMW, vai para sua sétima temporada no DTM
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 DTM-1440949576

Assim como a confirmação de Pascal Wehrlein já era esperada, não chegou a ser uma surpresa o novo anúncio da Mercedes para sua tripulação no DTM no ano do adeus em 2018. A marca alemã oficializou nesta quinta-feira (8) o retorno do espanhol Daniel Juncadella. Aos 26 anos, o piloto nascido em Barcelona regressa ao grid da categoria alemã, onde correu entre 2013 e 2016 na sua primeira passagem, com dois quarto lugares como melhores resultados. Juncadella, que disputou no ano passado provas pela Mercedes no GT, fechou o rol dos 18 pilotos do grid do DTM para a temporada que começa em 5 de maio, em Hockenheim.
 
“Chego com as baterias recarregadas, super motivado depois de um ano muito bom de transição para curtir novamente as corridas. Aprendi muito e tive de me reinventar, especialmente no fim. Chego com o desejo de fazer uma temporada muito boa e alcançar o resultado que não alcancei no passado. Por ser o último ano da Mercedes no DTM, queremos fechar em grande estilo e dizer adeus com títulos”, declarou o piloto.
 
“Meu principal objetivo é vencer ao menos uma corrida e, se puder lutar pelo título, ótimo. Mas isso vai depender de muitos fatores desde o começo da temporada”, complementou.
Dani Juncadella está de volta ao DTM para a temporada de despedida da Mercedes (Foto: DTM)
O regresso de Dani foi destaque do chefe da Mercedes para o DTM, Ulrich Fritz. “Daniel conhece a equipe muito bem em razão dos últimos anos e esteve presente aos finais de semana de corrida durante 2017 como piloto de teste e reserva. Então ele não precisa de muito tempo para se encaixar de volta. Ele conhece bem o carro e a equipe do passado, então não vai haver problemas para se encaixar com a equipe”, comentou o dirigente.
 
“Estou confiante de que ele vai conseguir ajudar a equipe muito bem nesta temporada com sua experiência e velocidade”, acrescentou o alemão.
 
Com o anúncio de Juncadella, estão definidos os 18 pilotos que vão disputar a temporada 2018 do DTM. Além do espanhol e de Pascal Wehrlein, também de volta à categoria pela Mercedes, a marca manteve Lucas Auer, Gary Paffett, Paul di Resta e Edoardo Mortara. 
 

A Audi tem uma grande baixa, a aposentadoria do bicampeão (em 2004 e 2007) Mattias Ekström. Para o lugar do sueco, a marca de Ingolstadt trouxe Robin Frijns, que vai fazer companhia ao atual campeão René Rast, Jamie Green, Mike Rockenfeller, Nico Müller e Loïc Duval. 
 
E a BMW traz Augusto Farfus para sua sétima temporada seguida no DTM. Além do brasileiro, que vai dividir seu tempo também com o Mundial de Endurance, o time bávaro vai contar com Marco Wittmann, Timo Glock, Bruno Spengler e os novatos Joel Eriksson e Philipp Eng.