DTM

De volta ao 'berço' de Zolder, DTM anuncia calendário de 2019 com W Series como categoria de apoio

O DTM divulgou o calendário da temporada 2019 com nove datas. Entram no campeonato as pistas de Assen, na Holanda, e Zolder, na Bélgica, enquanto Hungaroring, Red Bull Ring e Zandvoort não aparecem. A W Series vai acompanhar o DTM em suas seis primeiras etapas
Warm Up / Redação GP, RIO DE JANEIRO
 Largada da corrida 2 do DTM em Hungaroring (Foto: DTM)
O DTM aproveitou a manhã desta sexta-feira (12) e divulgou o calendário para a temporada 2019. Com algumas novidades, incluindo o retorno ao berço original da categoria, o DTM também terá a recém-criada W Series como campeonato de apoio durante a maior parte do campeonato.
 
O campeonato mais tradicional de carros de turismo no mundo divulgou nove datas, mas há a expectativa que uma décima seja anunciada mais para frente, em parceria com a japonesa Super GT - as duas estão trabalhando com um pacote comum de regras. Antes do começo da competição, a pré-temporada vai ter quatro e será realizada em Lausitzring entre 15 e 18 de abril.
 
O campeonato tem poucas mudanças em relação à atual temporada. Uma delas é a saída das etapas húngara, do Hungaroring, e austríaca, do Red Bull Ring. Entretanto, a categoria volta à Bélgica, no circuito de Zolder. Foi lá que, em 1984, a primeira corrida do Campeonato Alemão de Carros de Produção, precursor do DTM, foi realizado. A etapa holandesa também sofre uma mudança: sai de Zandvoort e vai para Assen. 
 
Além destas mudanças, o campeonato segue com duas etapas em Hockenheim, uma em Norisring, uma Lausitzring, uma em Nürburgring, uma na pista italiana de Misano e outra na inglesa Brands Hatch, apesar dos boatos de que esta última poderia se mudar para Donington Park.
Largada da corrida 2 do DTM na noite de domingo em Misano (Foto: DTM)
"Seguimos oferecendo uma combinação equilibrada de eventos nas pistas mais populares da Alemanha e em circuitos atrativos em outros mercados europeus. Em 2018, voltamos, depois de vários anos, ao Reino Unido e à Itália, dois países com grande tradição no esporte a motor e com um público apaixonado", afirmou Achim Kostron, diretor-geral do ITR, organizador do DTM.
 
"É extremamente importante para nós que sigamos ganhando terreno e aumentemos nossa base de fãs. Espero ansioso a estreia no circuito de Assen. A Holanda tradicionalmente tem sido uma constante no calendário do DTM, e em 2019 queremos celebrar a estreia nessa praça tradicional. E voltar a Zolder, o lugar de nascimento do DTM, por assim dizer, tem um encanto especial", avaliou.
 
Com relação à W Series, a categoria novata que vai contar apenas com pilotas em carros de F3, será disputada 100% em apoio ao DTM, ao menos nesta primeira temporada. São seis etapas no calendário que acompanham as seis primeiras etapas do DTM, indo de 3 de maio em Hockenheim até 11 de agosto em Brands Hatch.
 
"A categoria está realmente encantada por ter a possibilidade de receber a inovadora e profissional W Series", disse Kostron.
 
A temporada 2018 termina nesta fim de semana, em Hockenheim, e vê uma disputa de título entre Paul di Resta, Gary Paffett e René Rast. A etapa também marca a despedida da Mercedes, que dá lugar à Aston Martin no campeonato em 2019.

Confira o calendário do DTM (asterisco ao lado das datas da W Series):

3 a 5/5* Hockenheim Alemanha
17 a 19/5* Zolder Bélgica
7 a 9/6* Misano Itália
5 a 7/7* Norisring Alemanha
19 a 21/7* Assen Holanda
10 a 11/8* Brands Hatch Inglaterra
23 a 25/8 Lausitzring Alemanha
13 a 15/9 Nürburgring Alemanha
4 a 6/10 Hockenheim Alemanha