DTM
07/08/2018 10:55

De freios nas mãos a aceleração em anel: as adaptações da BMW para a volta de Zanardi ao DTM

Alex Zanardi vai voltar às pistas, após dois anos, neste mês de agosto, na etapa de Misano do DTM. E a BMW, equipe que convidou o italiano, divulgou nesta terça-feira (7) as adaptações pelas quais o veículo passará
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Alez Zanardi no carro adaptado da BMW no qual correrá no DTM (Foto: BMW)
Nos dias 25 e 26 de agosto, Alex Zanardi voltará às pistas após dois anos para correr a etapa de Misano do DTM. O bicampeão da antiga Cart e dono de quatro ouros paraolímpicos vai guiar uma BMW, após convite. E, nesta terça-feira (7), foram divulgadas as adaptações pelas quais o carro do italiano passará.

A última vez que Zanardi esteve nas pistas foi em 2016, quando fez etapas do italiano de GT - e venceu.  Ele nunca abandonou as pistas em definitivo, mas teve prioridade em anos recentes: o esporte paraolímpico. Ele conquistou quatro medalhas de ouro no ciclismo – duas em Londres, em 2012, e duas no Rio de Janeiro, em 2016.

O envolvimento com o esporte paraolímpico foi consequência do gravíssimo acidente de Zanardi em Lausitzring – em 2001, ainda na Cart, o italiano foi atingido por Alex Tagliani e precisou amputar as duas pernas. Nas aparições no automobilismo, o medalhista usa carros adaptados.


E será este o caso em Misano. A BMW divulgou as cinco adaptações feitas no carro do italiano, que são: freios ativados com as mãos; embreagem automática (nos carros do DTM, a embreagem funciona nas saída de pit-lane e dos boxes. Para Zanardi, nem nestas situações será necessário ativá-la); alavanca para troca de marcha (no volante); aceleração em anel (ele puxa com os dedos um anel colocado atrás do volante); e adição de botões extras no volante (como o do DRS).

Aos 51 anos, Zanardi faz testes com a BMW nesta terça e na próxima quarta, para se acostumar com as alterações. Ele fará parte da equipe BMW RMR, que também conta com Timo Glock e Philipp Eng.

Antes da etapa de Misano, o DTM ainda corre, no próximo final de semana, em Brands Hatch, no Reino Unido. O campeonato, após cinco etapas, é liderado por Gary Paffett, da Mercedes.