DTM

Com duas corridas planejadas para 2019, DTM e Super GT anunciam conclusão de regulamento unificado

DTM e Super GT concluíram o desenvolvimento de um regulamento que permite a realização de corridas em conjunto. O campeonato alemão vai utilizar as novas regras em 2019, enquanto o japonês espera até 2020
Warm Up / Redação GP, de Porto Alegre
 Super GT e DTM seguem se aproximando (Foto: DTM)

O sábado (23) foi de definições importantes para DTM e Super GT, respectivamente campeonatos alemão e japonês de turismo. Representantes dos dois campeonatos anunciaram a conclusão de um regulamento técnico unificado, que acaba com as diferenças de performance entre os dois tipos de carros. Com isso, DTM e Super GT se aproximam do objetivo de disputar corridas em conjunto no futuro.
 
O DTM vai adotar o novo regulamento já em 2019, enquanto o Super GT faz a transição por completo em 2020. Mesmo que os japoneses esperem um pouco mais, o plano atual é de realizar duas corridas em conjunto já em 2019 – uma na Europa, outra na Ásia. Gerhard Berger, chefe do DTM, e Masaaki Bandoh, chefe do Super GT, detalharam os novos rumos.
 
“Quero agradecer muito o Bandoh e seus colegas pelo trabalho no desenvolvimento dos novos regulamentos de Classe 1”, disse Berger. “Fico muito feliz pelo fato de que DTM e SuperGT deram um passo crucial para alcançar o objetivo de correr juntos. Com a criação desse regulamento, agora vamos seguir em frente. Também definimos que o DTM vai adotar esse formato em 2019, seguindo como uma plataforma atrativa para montadoras”, seguiu.
DTM e Super GT apresentam o regulamento unificado (Foto: DTM)

Para o DTM, o novo regulamento vai representar um salto de desempenho. Um dos destaques do novo formato é a introdução de motor turbo, aumentando a potência em 100 cv. Foi a solução para alcançar o nível superior de rendimento do Super GT.
 
A aproximação das duas categorias é uma resposta a problemas recentes do DTM. O campeonato alemão vai perder a Mercedes em 2019, ficando apenas com BMW e Audi. O Super GT de Honda, Nissan e Lexus logo surgiu como solução.