Brasileiro de Turismo
23/07/2017 10:07

Cozzi faz ultrapassagem incrível e fecha fim de semana perfeito com nova vitória em Curvelo. Di Mauro mantém liderança

Marco Cozzi coroou de forma incrível um fim de semana perfeito. Depois de festejar seu aniversário com vitória no sábado, o piloto da Rsports repetiu o feito ao fazer uma dupla ultrapassagem no fim e voltar ao topo do pódio em Curvelo. Gaetano di Mauro segue líder do campeonato, um ponto à frente de Gabriel Robe
Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré
 Marco Cozzi teve atuação perfeita no fim de semana (Foto: Fábio Davini/Vicar)

Marco Cozzi teve uma jornada simplesmente incrível no fim de semana da quinta etapa do Brasileiro de Turismo no Circuito dos Cristais, em Curvelo. No sábado, o piloto da Rsports usou e abusou da sua experiência na categoria de acesso à Stock Car e faturou uma vitória bastante segura. Por conta do resultado, Cozzi largou em sexto na manhã deste domingo (23). Depois de ter andado em nono lugar, Marco escalou o pelotão, travou grandes disputas com Raphael Reis e deu o bote no fim. Depois de ver Gabriel Robe e Gaetano di Mauro duelarem na curva 1, quando restavam poucas voltas para o fim, Cozzi fez manobra ousada e passou os dois de uma vez só, rumando para a segunda vitória no fim de semana que marcou seu aniversário de 36 anos.

Reis conseguiu outro bom resultado e terminou em segundo lugar na prova, enquanto Robe, que liderou boa parte da corrida, teve de se contentar com o terceiro lugar. O gaúcho de Pelotas fechou a disputa logo à frente de Gaetano di Mauro e acirrou ainda mais a luta pelo título. O piloto da W2/Shell Racing passou em quarto, enquanto Gustavo Frigotto fez boa corrida de recuperação e terminou em quinto depois de largar do pit-lane.

O Brasileiro de Turismo está imprevisível. Restando três etapas para o fim do campeonato, Gaetano soma 107 pontos, apenas um a mais em relação a Robe. Reis vem em terceiro, com 83 pontos, enquanto Pietro Rimbano, que teve um fim de semana difícil e abandonou as duas corridas em Curvelo, segue com 83. Luca Milani soma 80, contra 75 de Frigotto. Grande vencedor no Circuito dos Cristais, Cozzi agora é o sétimo colocado do campeonato, com 74.

A próxima etapa do Brasileiro de Turismo acontece entre 9 e 10 de setembro no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina.
Marco Cozzi e a festa no pódio em Curvelo (Foto: Duda Bairros/Vicar)
Saiba como foi a corrida 2 do Brasileiro de Turismo em Curvelo

Pedro Saderi largou na frente e teve ao seu lado o carro de Vitor Baptista. Mas quem fez grande manobra na primeira curva foi Gabriel Robe, que pulou para segundo, enquanto Gaetano di Mauro vinha em quarto lugar, seguido por Raphael Reis e Pietro Rimbano. Vencedor no último sábado, Cozzi aparecia em nono.
 
Na segunda volta, Saderi apresentou problemas e perdeu muitas posições. A porta esquerda, do lado do piloto, simplesmente se abriu, deixando o competidor em condições inseguras. Assim, Robe pulou para a ponta. Quem também perdeu posições foi Baptista, superado por Di Mauro e Raphael Reis, enquanto Luca Milani aparecia em quinto.
 
Baptista recuperou o rendimento e conseguiu passar Reis, voltando assim para o top-3 da corrida. Lá na frente, Robe sustentava uma liderança que variava sempre na casa dos 2s.
 
A corrida era bastante animada, com muitas boas disputas por posição. Baptista era novamente ultrapassado por Reis, enquanto Cozzi subia bem na corrida e já era o quinto, mas tinha de lutar com Giulio Borlenghi, que aparecia em sexto depois de ter largado em décimo. 
Marco Cozzi teve atuação perfeita no fim de semana (Foto: Fábio Davini/Vicar)
Na volta 12, era a vez de Reis pressionar seu companheiro de equipe, Di Mauro. Em sétimo lugar depois de ter iniciado a prova do pit-lane, Gustavo Frigotto vinha bem e marcava a melhor volta da corrida: 1min28s882.
 
Mas ainda tinha disputa pela frente. Di Mauro estava a 1s3 de Robe quando a direção de prova abriu a janela de pit-stop obrigatório em Curvelo. Gaetano aproveitou para fazer logo seu reabastecimento, assim como Reis. Na volta seguinte, a 15, Robe fez sua parada, enquanto Cozzi passava Baptista na entrada do pit-lane. No retorno após o pit-stop, Robe conseguiu voltar à frente de Gaetano e Reis, tendo totais condições de voltar a vencer na temporada.
 
Quando restavam oito minutos para o fim da corrida, a direção de prova acionou o safety-car. Motivo: muita sujeira na pista depois do incidente envolvendo Cozzi e Luca Milani. Ao mesmo tempo, Pietro Rimbano abandonava a prova e fechava uma rodada totalmente desfavorável em Minas Gerais.
 
O safety-car deixou a pista na abertura da volta 20. A prova tinha a perspectiva de um duelo final entre Robe e Gaetano pela vitória. O gaúcho se defendeu bem e segurou a ponta da prova, enquanto Reis e Cozzi brigavam pela terceira posição, com o experiente piloto da Rsports levando a melhor e indo pra cima de Di Mauro.
Gaetano di Mauro sustenta a liderança do campeonato após a rodada dupla de Curvelo (Foto: Fábio Davini/Vicar)

A volta 21, no entanto, reservou um momento espetacular. Robe e Di Mauro estavam lado a lado, com o piloto da Shell Racing chegando a fazer a ultrapassagem na curva 1. Mas após Gaetano colocar a roda na terra, quem tirou proveito da manobra foi Cozzi, que pulou de terceiro para a liderança da corrida, enquanto Reis também aproveitava a situação e subia para segundo. Robe caiu para terceiro, com Gaetano em quarto.
 
Ao fim de 23 voltas, no fim de semana do seu aniversário, Cozzi coroou com muito êxito uma jornada vencedora em Curvelo e venceu também a segunda corrida da etapa, colocando a experiência à prova para deixar Minas Gerais também na briga pelo título.
GRANDE FORMA DE BOTTAS NA F1 MOSTRA QUE PREVISÕES ESTAVAM ERRADAS: "NEM A PRÓPRIA MERCEDES ACREDITAVA"