Brasileiro de Marcas

Souza segura pressão de Kaefer e fecha etapa do Brasileiro de Marcas com vitória em Cascavel. Nonô sustenta liderança

A corrida que fechou o fim de semana de trabalhos em Cascavel foi bastante empolgante e com uma bela briga pela vitória. Novamente, a Chevrolet deu as cartas e colocou os três primeiros colocados no pódio, com Carlos Souza vencendo pela segunda vez no Brasileiro de Marcas. Mas após o fim da disputa, o prata da casa Daniel Kaefer foi desclassificado
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Carlos Souza segura a pressão dos adversários para vencer a corrida 2 em Cascavel (Foto: Duda Bairros/Vicar)

Ao longo de todo o fim de semana, Daniel Kaefer colocou à prova toda a sua experiência no Autódromo Zilmar Beux e foi um dos grandes destaques do Brasileiro de Marcas. Pole-position na sexta-feira e vencedor da primeira corrida do fim de semana na sua cidade-natal, Cascavel, o piloto teve a chance de ter uma etapa perfeita. Ficou muito perto disso. Neste domingo, Kaefer lutou até o fim com Carlos Souza, que assumiu a liderança desde as primeiras voltas, mas não conseguiu superar o dono do Chevrolet Cruze #28, que venceu pela segunda vez na categoria nesta tarde.
 
Souza e Kaefer travaram uma intensa luta pela vitória nas últimas voltas, mas Carlos Souza, que correu de Honda Civic no ano passado, conseguiu se livrar da pressão não apenas do cascavelense, mas também de Vicente Orige, outro piloto com Chevrolet Cruze. A vitória ficou perto de Kaefer, mas pouco depois da corrida, restou o lamento: o cascavelense foi desclassificado por conta de uma irregularidade no seu Cruze #17.
 
Souza triunfou após completar 20 voltas em Cascavel e teve uma vantagem muito apertada perante Orige, que herdou o segundo lugar de Kaefer no fim da corrida: meros 0s691. 
Carlos Souza festeja sua segunda vitória no Brasileiro de Marcas (Foto: Duda Bairros/Vicar)
“Minha segunda vitória na categoria, ganhei também em Londrina no ano passado. Sabia que eu tinha um ritmo de corrida melhor que os outros pilotos que largaram na frente e era muito importante ultrapassá-los logo no começo. Quase cometi um erro no final, mas consegui vencer e fazer a melhor volta da prova”, comentou Souza após festejar no pódio.
 
Enrico Bucci, de Ford Focus, assegurou uma vaga no top-3 com a punição sofrida pelo piloto da casa depois do fim da corrida. Bucci, aliás, foi o vencedor do Marcas Trophy, campeonato paralelo criado para premiar os pilotos estreantes e novatos — no segundo ano no Brasileiro de Marcas. 
 
Nesta etapa, Bucci liderou o rol dos três primeiros seguido por Odair dos Santos, de Toyota Corolla, e Elias Azevedo, experiente piloto, mas que inicia sua jornada no Brasileiro de Marcas. O piloto acelera com Chevrolet Cruze.
Toque na largada marcou o começo da corrida 2 do Brasileiro de Marcas em Cascavel (Foto: Duda Bairros/Vicar)
Na classificação geral da corrida, Felipe Tozzo, de Chapecó, finalizou na quarta posição, também com Toyota Corolla, à frente de Odair dos Santos e do campeão e atual líder do campeonato, Nonô Figueiredo. A dupla Luís Santos/Thiago Klein, de Toyota Corolla, e Elias Azevedo, terminaram logo atrás. Patrick Choate, com o primeiro Renault Fluence, e Roberto Hofig, de Ford Focus, completaram a lista dos dez primeiros.
 
Quanto à tabela do campeonato, Nonô Figueiredo segue líder e agora soma 113 pontos, uma diferença sólida de 28 pontos para Orige. Felipe Tozzo tem agora 84, enquanto Enzo Bortoleto segue com 64. Com os 39 pontos somados neste fim de semana, Souza agora é o quinto com 63 tentos em seis rodadas duplas.
 
A quarta etapa da temporada 2017 do Brasileiro de Marcas acontece entre 1º e 2 de julho no Autódromo Internacional de Curitiba, na programação que também compreende a Corrida do Milhão da Stock Car.
A NOVA F1 SE APROXIMA MAIS DA INDY. E ÁUDIO EM MÔNACO É PROVA