Brasileiro de Marcas
19/11/2017 16:10

Marques aproveita enrosco de trio da Chevrolet e vence segunda seguida no Brasileiro de Marcas em Goiânia

Thiago Marques escapou de uma corrida bem acidentada e venceu pela segunda vez seguida no Brasileiro de Marcas em Goiânia. Agora, o paranaense da Renault tem chances reais de título
Warm Up / GABRIEL CURTY, de São Paulo
 Thiago Marques (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)

Thiago Marques completou um final de semana dos sonhos em Goiânia neste domingo (19). O piloto paranaense garantiu a segunda vitória da Renault em 2017 - a segunda consecutiva -, entrando de vez na briga pelo título da temporada do Brasileiro de Marcas.

Apesar do lastro, Marques conseguiu vencer graças a um enrosco triplo entre os então líderes da Chevrolet. Carlos Souza tocou em Nonô Figueiredo e Vicente Orige, que ainda chegou em segundo, ficou preso no mesmo incidente.

Atrás de Marques e Orige chegou Thiago Klein, que colocou a Toyota entre os três primeiros da segunda corrida goiana do Marcas. Pedro Boesel e Felipe Tozzo, que também se tocaram, deixaram a Chevrolet nos outros dois lugares do top-5.

Odair dos Santos chegou em sexto, seguido por Cesar Bonilha, Nonô, Marcio Basso e Patrick Choate. Nonô segue na liderança, mas agora tem 19 pontos para Orige e 40 para Marques.
Thiago Marques venceu também a segunda corrida do Marcas em Goiânia (Foto: Duda Bairros)
Confira como foi a corrida 2 do Brasileiro de Marcas em Goiânia

Nonô Figueiredo aproveitou a pole e saltou na frente de todo mundo, segurando as investidas iniciais do companheiro de Chevrolet Marcio Basso. No entanto, Basso foi tocado na sequência e caiu para o fundo do grid.
 
Enquanto Nonô já ia abrindo vantagem, algumas confusões aconteciam também pela pista úmida. Humberto Beisuz rodou, na sequência sendo acompanhado por Enrico Bucci. Os dois já deixavam o grid com 11 carros.
 
O rendimento da Chevrolet era muito bom no início e a marca tinha os três primeiros colocados. Nonô, Vicente Orige e Carlos Souza aproveitavam e abriam vantagem, com certa margem para Thiago Marques, da Renault.
 
No entanto, Souza tentou mergulhar para cima dos rivais e protagonizou um choque com Nonô. Orige também ficou preso no incidente e quem se deu bem foi Marques, que pulou na frente dos três.
 
Souza recolheu, enquanto Nonô tentou ficar na pista, mas perdeu completamente o rendimento que tinha antes. Orige se manteve em segundo, com ótima vantagem para Felipe Tozzo, Thiago Klein e Pedro Boesel.

Marques fugiu totalmente do resto na frente, com Orige fazendo o mesmo em segundo. Klein foi outro que se isolou em terceiro, gerando uma nova briga entre Chevrolet, dessa vez com Tozzo batendo em Boesel e passeando na grama. Assim, Pedro foi o quarto. 

Nonô, mesmo com ritmo bem pior que no início da corrida, ainda chegou no final e superou o companheiro Basso, terminando em oitavo e garantindo mais alguns pontinhos na briga pelo título.

MELHOR DE 2017

COM TÍTULO EM TEMPORADA DIFÍCIL, MÁRQUEZ É PILOTO DO ANO