Brasileiro de Marcas

Guerra vence corrida 2 acidentada do Brasileiro de Marcas no Velopark. Nonô lidera campeonato

Renan Guerra fechou o fim de semana de abertura da temporada 2017 do Brasileiro de Marcas no topo do pódio em Nova Santa Rita. O triunfo, porém, veio na esteira de uma prova confusa e repleta de acidentes. Nonô Figueiredo repetiu o segundo lugar de sábado e deixa o Rio Grande do Sul como líder do campeonato
Warm Up, do Velopark / FERNANDO SILVA, do Velopark
 Renan Guerra no Velopark (Foto: Duda Bairros/Vicar)
 

Teve de tudo na corrida derradeira da rodada dupla que abriu a temporada 2017 do Brasileiro de Marcas neste domingo (23) no autódromo do Velopark: emoção do início ao fim, acidentes, boas disputas na pista e um vencedor que foi definido apenas nas últimas voltas. Depois de ter começado bem o fim de semana com a liderança nos treinos em Nova Santa Rita, Renan Guerra conseguiu vencer a prova deste domingo, tirando proveito também do abandono de Vicente Orige, que parecia ter a vitória garantida, mas enfrentou um problema nas voltas finais.
 
Nonô Figueiredo, segundo colocado na corrida de sábado, repetiu o resultado neste domingo depois de ser um dos beneficiados pelos vários acidentes ao longo da prova. Com o pódio nesta manhã, o atual campeão do Brasileiro de Marcas se garantiu na liderança do campeonato, com 40 pontos, com Guerra somando 35 e Orige com 31.
 
Felipe Tozzo fechou o pódio neste domingo no Velopark, quebrando a sequência dos Chevrolet Cruze no circuito gaúcho. Enzo Bortoleto, com Ford Focus, foi o quarto, à frente de Beto Hofig. Odair dos Santos, mesmo com o carro todo avariado por conta de uma série de incidentes, ainda se garantiu em sexto na classificação geral, à frente de Márcio Basso, que acertou a barreira de pneus na entrada da reta dos boxes, enquanto Orige ainda conseguiu marcar um oitavo lugar.
 
A segunda etapa do Brasileiro de Marcas acontece em 21 de junho no autódromo de Santa Cruz do Sul, no interior do Rio Grande do Sul.
Renan Guerra triunfou na prova derradeira do fim de semana do Brasileiro de Marcas (Foto: Duda Bairros/Vicar)
Saiba como foi a corrida 2 do Brasileiro de Marcas no Velopark
 
Por conta do grid invertido, a pole-position na corrida deste domingo no Velopark ficou com Felipe Tozzo, que corre com Toyota Corolla, com Carlos Souza ao seu lado na primeira fila com Chevrolet Cruze. O grid de largada, que contou com 14 carros neste domingo, mais uma vez não teve nenhum Renault Fluence, marca que oficialmente ainda faz parte do Brasileiro de Marcas.
 
Tozzo manteve a liderança na largada, com Souza segurando a segunda posição. Quem conseguiu se destacar muito bem na primeira volta foi Thiago Marques, que pulou de sexto para terceiro, seguido por Enzo Bortoleto e Renan Guerra. Lá atrás, Odair dos Santos rodava com seu Toyota Corolla.
 
Mas Tozzo era muito pressionado por Souza, que também sofria com a pressão de Marques. Em uma freada forte, Souza tentou fazer a ultrapassagem e tomar a liderança, mas ‘espalhou’ e, ao voltar à pista, se chocou com o carro de Marques, que ficou bastante danificado. A direção de prova assim acionou o safety-car na volta 5. 
 
Tozzo sustentou a liderança, seguido por Vicente Orige, o vencedor no sábado, e Enzo Bortoleto, com Nonô Figueiredo e Renan Guerra fechando o top-5. Souza abandonou, enquanto Marques conseguiu voltar, ainda que com o carro bastante avariado.
 
Mas na relargada, ocorrida na volta 8, Nonô perdeu o controle do seu Chevrolet Cruze no fim da reta dos boxes quando disputava posição com Bortoleto. O veterano rodou, chegou a acertar o Ford Focus do adversário com a traseira do seu carro, e parou na área de escape, mas ainda assim continuou na disputa.
 

A batalha pela liderança continuou, mas com Tozzo tentando segurar Orige. Porém, na volta 11, o vencedor do último sábado conseguiu fazer a ultrapassagem no fim da reta dos boxes e subiu para ponta. Mais atrás, Patrick Choate rodou com seu Corolla e ficou no meio da pista, sendo acertado por outros carros. A direção de prova então acionou novamente o safety-car.
 
Quando a prova foi retomada, Orige disparou na ponta e Tozzo teve de lidar com a pressão de Renan Guerra, que vinha em terceiro. Márcio Basso aparecia em quarto, à frente do companheiro de equipe Nonô Figueiredo, com Odair dos Santos em sexto. 
 
Aí veio o momento decisivo da corrida. Nonô conseguiu passar Basso e ficou perto dos ponteiros. E, na disputa de posição com Tozzo, Guerra conseguiu fazer a ultrapassagem após um entrevero com seu oponente, mas acabou sendo ultrapassado por Nonô depois disso. Em seguida, Odair dos Santos e Basso bateram na entrada da reta dos boxes. Nonô e Guerra chegaram lutar pela vitória, mas o jovem piloto levou seu Chevrolet Cruze #27 ao triunfo no Velopark.

PADDOCK GP #74 DEBATE: QUAIS OS PILOTOS COM POTENCIAL DE FUTURO CAMPEÃO MUNDIAL DE F1?