Brasileiro de Marcas

De ponta a ponta, Dos Santos enfrenta asfalto liso e vence corrida 1 do Brasileiro de Marcas em Goiânia

Odair dos Santos teve uma atuação segura para vencer na abertura da sétima e penúltima etapa da temporada 2018 do Brasileiro de Marcas. Líder do campeonato, Vicente Orige faturou um segundo lugar que o coloca ainda mais perto do bi. Humberto Biesuz completou o pódio
Warm Up, de Goiânia / FERNANDO SILVA, de Goiânia
 Odair dos Santos (Foto: Fernanda Freixosa/Stock Car)
Dono da pole-position conquistada na manhã deste sábado (3) em Goiânia, Odair dos Santos viveu um dia perfeito que foi coroado com a vitória na abertura da sétima rodada dupla da temporada 2018 do Brasileiro de Marcas. O ‘Paraguaio Voador’ liderou de ponta a ponta com a pista ainda bastante molhada e não deu chances a ninguém, nem mesmo ao atual líder do campeonato. 
 
A caminho do bi, Vicente Orige cruzou a linha de chegada em segundo lugar, 8s307 atrás de Dos Santos. Entretanto, o resultado do piloto catarinense pode ser considerado muito positivo para as suas pretensões de conquistar o bicampeonato. Isso porque Guilherme Reischl, da Blau, perdeu o controle do seu Chevrolet Cruze e se chocou com uma barreira de pneus. No resultado final, o piloto do carro #37 terminou em sexto.
 
O pódio nesta tarde em Goiânia foi todo da equipe JLM Racing e da Chevrolet. Humberto Biesuz completou a trinca ao finalizar em terceiro lugar. Biesuz, na verdade, tinha totais condições para terminar até em segundo, mas um erro cometido no fim da prova permitiu a Orige fazer a ultrapassagem e ficar só atrás de Odair.
Odair dos Santos enfrentou a chuva e venceu a prova deste sábado em Goiânia (Foto: Fernanda Freixosa/Stock Car)
O vencedor do dia ressaltou as dificuldades para correr numa pista tão traiçoeira e que não permite erros nas condições encaradas pelos pilotos nesta tarde.
 
“Tenho de agradecer à equipe, que me deu um carro muito bacana de guiar hoje. A corrida foi tensa porque meu pneu não estava tão novo, enquanto os outros tinham borracha nova. Custou para segurar o Vicente e o Biesuz na primeira volta, mas depois consegui abrir e isso me deu tranquilidade para seguir mais calmo”, comentou.
 
“E a pista estava muito lisa, escorregando bastante. E, nestas condições, é muito fácil errar”, disse Odair.
 
Orige, por sua vez, fez uma prova cerebral e sem se arriscar. Tudo já pensando nas grandes chances de confirmar o bicampeonato.
 
“Gosto muito de correr na chuva. Não tivemos grande vantagem neste fim de semana, apesar de estar sempre na briga. Tentei pressionar o Odair, mas logo ele abriu distância. Ainda fui ultrapassado pelo Humberto e achei que terminaria em terceiro até ele cometer um erro no final, quando consegui passar de volta para ficar em segundo. Para o campeonato, foi ótimo”, destacou.
 
Beto Hofig, que corre com Ford Focus da equipe Desenfreados, finalizou em quarto lugar, vencendo uma batalha interna com Enrico Bucci, que defende o mesmo time, mas corre com carro de outro modelo, um Renault Fluence. A diferença entre os dois foi de menos de 0s3. Reischl finalizou em sexto, mesmo abandonando a quatro voltas do fim. E César Bonilha, com outro Focus da Desenfreados Racing, não completou.
 
A rodada dupla de Goiânia do Brasileiro de Marcas vai se encerrar na manhã deste domingo com a disputa da segunda corrida a partir de 11h30.